domingo, 30 de outubro de 2016

A partir de terça-feira (1°de novembro), multas ficam até 244% mais caras

Lei foi sancionada em maio e começa a valer na próxima semana; foram reajustadas multas para uso do celular enquanto dirige e recusa em fazer o bafômetro, por exemplo

A partir da próxima terça-feira (1º/11), motoristas que cometerem infrações em todo o Brasil serão punidos mais severamente. As multas sofreram reajustes que vão de 54% a 244%, nas maiores alterações do Código Brasileiro de Trânsito desde sua criação, em 1997.

Quem falar ou usar o celular enquanto dirige agora comete uma infração gravíssima e passa a pagar R$ 293,47 (a falta era média e multa era de R$ 85,13). Já quem se recusar a fazer o teste do bafômetro paga, agora, R$ 2934,70.

Também foi alterada a punição para quem usa vagas destinadas a idosos e deficientes físicos irregularmente: de grave para gravíssima. E se antes a suspensão para quem atingia 20 pontos na carteira era de um mês, a partir de terça-feira ela passa a ser de seis meses.

As alterações são decorrentes da Lei 13.281/16, sancionada em maio pela então presidenta Dilma Rousseff (PT). O argumento à época foi o de que em 19 anos, não houve aumento no valor das multas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Melhores da semana