quarta-feira, 12 de outubro de 2016

Arcebispo de Brasília Dom Sérgio da Rocha é nomeado cardeal pelo papa Francisco

Dom Sérgio da Rocha, de 56 anos, arcebispo de Brasília, será nomeado cardeal em novembro deste ano O religioso, é afinado com as ideias de uma Igreja Católica mais próxima da comunidade


O arcebispo metropolitano de Brasília, Dom Sérgio da Rocha, de 56 anos, será nomeado cardeal pelo papa Francisco em 19 de novembro deste ano. “Com alegria, anuncio que sábado, 19 de novembro, na véspera do fechamento da Porta Santa da Misericórdia, realizarei um Consistório para nomear 13 novos cardeais, de cinco continentes. Sua proveniência, de 11 nações, expressa a universalidade da Igreja que anuncia e testemunha a Boa Nova da Misericórdia de Deus em todos os cantos da terra. A inclusão dos novos cardeais na diocese de Roma manifesta também a inseparável relação existente entre a Sé de Pedro e as Igrejas particulares ao redor do mundo”, disse o papa.

Presidente da Conferência Nacional de Bispos do Brasil (CNBB), dom Sérgio da Rocha é identificado com a linha proposta pelo papa Francisco — de uma Igreja Católica mais voltada para as pessoas, sem o tradicional distanciamento de alguns religiosos.

“Não ouvi da bola dele [papa Francisco], mas acredito que o pontífice espere a união entre cardeais e comunidade, e aguarde o abraço dos fiéis de tal maneira que sintamos juntos, soframos juntos. Tem que ser servidores da forma mais pura”, afirma dom Sérgio da Rocha. “Não conhecemos as pessoas nos escondendo atrás dos vidros da casa paroquial ou dos carros. Temos que promover a integração, precisamos guardá-las. É nossa responsabilidade dar o abraço misericordioso de Deus a todos”, frisou.

Os treze novos cardeais

Dom Mario Zenari, núncio apostólico Síria;

Dom Dieudonné Nzapalainga, C.S.Sp., arcebispo de Bangui (República Centro-africana);

Dom Carlos Osoro Sierra, arcebispo de Madri (Espanha);

Dom Sergio da Rocha, arcebispo de Brasília (Brasil);

Dom Blase J. Cupich, arcebispo de Chicago (EUA);

Dom Patrick D’Rozario, C.S.C., arcebispo de Daca (Bangladesh);

Dom Baltazar Enrique Porras Cardozo, arcebispo de Mérida (Venezuela);

Dom Jozef De Kesel, arcebispo de Malines-Bruxelas (Bélgica);

Dom Maurice Piat, arcebispo de Port Louis (Ilhas Maurício);

Dom Kevin Joseph Farrell, prefeito do Dicastério para os Leigos, a Família e a Vida (EUA);

Dom Carlos Aguiar Retes, arcebispo de Tlalnepantla (México);

Dom John Ribat, M.S.C., arcebispo de Port Moresby (Papua Nova Guiné);

Dom Joseph William Tobin, C.SS.R., arcebispo de Indianapolis (EUA).

Os arcebispos e bispo eméritos e o presbíteros escolhidos pelo papa

Dom Anthony Soter Fernandez, Arcebispo Emérito dei Kuala Lumpur (Malásia);

Dom Renato Corti, Arcebispo Emérito de Novara (Italia);

Dom Sebastian Koto Khoarai, O.M.I, Bispo Emérito de Mohale’s Hoek (Lesoto);

Padre Ernest Simoni, Presbítero da Arquidiocese de Shkodrë-Pult (Scutari – Albânia).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Melhores da semana