terça-feira, 6 de dezembro de 2016

Obras de infraestrutura impulsionam processo de regularização do Bernardo Sayão

Investimento de cerca de R$ 56 milhões inclui 32,3 quilômetros de drenagem pluvial e 46,8 quilômetros de pavimentação com calçadas e meios-fios

A região recebe obras de infraestrutura previstas para serem concluídas no segundo semestre de 2017. As intervenções incluem 32,3 quilômetros de drenagem pluvial e 46,8 quilômetros de pavimentação com calçadas e meios-fios. Foto: Gabriel Jabur.

O governo de Brasília dá mais um passo para regularizar o Setor Habitacional Bernardo Sayão, no Guará. A região recebe obras de infraestrutura previstas para serem concluídas no segundo semestre de 2017. As intervenções incluem 32,3 quilômetros de drenagem pluvial e 46,8 quilômetros de pavimentação com calçadas e meios-fios.

As melhorias beneficiarão cerca de 12 mil pessoas. Entre elas, está o aposentado João Paixão, de 68 anos, morador da área há 13 anos. “Finalmente teremos essa infraestrutura. Ela será fundamental para conquistarmos o que sempre buscamos: a regularização do que é nosso”, comemorou.

As diretrizes que definem a organização urbanística do setor habitacional no Guará foram aprovadas pelo Conselho de Planejamento Territorial e Urbano (Conplan) neste ano. O próximo passo para a regularização é justamente a conclusão das obras de urbanização. “Estamos, primeiramente, garantindo a infraestrutura necessária para, na sequência, avançar no processo de regularização fundiária”, destacou o governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, durante visita às obras na manhã desta terça-feira (6). O governador conversou com moradores e visitou uma creche, que atende crianças de quatro meses a cinco anos de idade.

Estão sendo investidos cerca de R$ 56 milhões na urbanização da área, com recursos da Caixa Econômica Federal, por meio do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), e com contrapartida de 5% do governo de Brasília. O valor é 35% menor em relação ao inicialmente previsto.

De acordo com a Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos, nesta primeira etapa, haverá obras no Lote 4. “Nesse início, o objetivo é avançar na drenagem, pois a pavimentação requer mais dias de tempo seco”, explica o secretário Antônio Raimundo Coimbra. Em virtude das festas de fim de ano, as intervenções se limitarão primeiramente à via principal do lote para evitar transtornos aos moradores durante as comemorações de fim de ano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Melhores da semana