segunda-feira, 2 de janeiro de 2017

Casamento sem sexo? Investir em sexo é investir no casamento

Sempre ouvimos dizer que sexo é uma parte muito importante do relacionamento. Não a mais importante, mas certamente bem importante. O que dizer, então, de um casamento sem sexo? Não com pouco sexo, mas sem nenhum sexo. É possível ser feliz em um relacionamento assim?

Imagem relacionada

Casamento sem sexo
Um casamento sem sexo é caracterizado quando o número de relações sexuais por ano é de 10 ou menos. A partir disso, os especialistas consideram que o casal tem um problema na vida sexual. Embora este seja o limite mais comum que define “problema”, muitos estudiosos da área estão repensando este conceito.

“Se um casal está satisfeito com sua intimidade [acontecendo] menos de uma vez por mês e está bem casado, duvido que eles refiram a si mesmo como tendo um casamento sem sexo” afirmou Susan Yager-Berkowitz, coautora do livro “Por que os homens param de fazer sexo: o fenômeno dos relacionamentos sem sexo e o que você pode fazer em relação a isso”, sem tradução no Brasil.

Susan não está sozinha. A tendência de muitos profissionais é considerar o casamento sem sexo um problema apenas quando pelo menos um dos parceiros considera isso ruim ou quando a falta de sexo reflete um problema maior e os próprios parceiros não se deram conta – ou fingem não dar – de que há um problema.

No entanto, embora a frequência do ato sexual possa diminuir à medida em que o tempo de relacionamento aumenta, a diminuição drástica frequentemente é um sintoma de um problema maior no relacionamento.

Causas
De acordo com a sexóloga Judith Steinhart, alguns casais escolhem viver sem sexo. No entanto, esta é uma porcentagem bem pequena e, muitas vezes, dura apenas um determinado espaço de tempo – quando eles querem evitar gravidez. Porém, “problemas no casamento [como] falta de confiança, ansiedade, questões financeiras, desentendimentos, pressão das crianças, tudo pode impactar os padrões sexuais de um casal”, afirma Judith que estas questões estão frequentemente associadas à falta de sexo.

Outras causas podem ser as mudanças hormonais ocasionada pela idade e também questões relacionadas à autoestima, em especial da mulher, que o avanço da idade traz. Não se sentir mais atraente, rejeitar o próprio corpo, tudo isso diminui o apetite sexual e empurra a pessoa para uma situação onde ela simplesmente se acomoda com o fato de não fazer sexo. O homem também pode passar por essa incômoda situação se sentir o peso da crise da meia idade. Esta acomodação, no entanto, não quer dizer que eles estejam feliz com sua situação.

Por que é importante entender as causas do casamento sem sexo?
Para Judith, não é apenas uma questão de entender a causa da falta de sexo, mas saber se a falta de sexo está causando outros problemas. Quanto mais tempo o casal demora a investigar, mas difícil fica de saber quem veio primeiro, pois causa e consequência se misturam em um ciclo difícil de destrinchar.

Um casamento sem sexo geralmente implica que as necessidade de pelo menos um dos parceiros não estão sendo satisfeitas. Isso pode levar ao adultério, algo que pode ser bem destrutivo para a vida do casal. O adultério é uma consequência particularmente ruim em qualquer relacionamento, porque já provou ser uma causa recorrente de divórcios. Ora, não é difícil imaginar todos os problemas sérios que uma traição pode trazer: falta de confiança e respeito, mágoas, sentimento de humilhação, entre outros.

O que fazer?
Os estudiosos são unânimes em relação à ideia de que quanto mais cedo você agir, melhor. É importante que o casal mantenha a comunicação sempre aberta, deixando o caminho livre para que este tipo de questão seja debatida. Se este não for o caso e vocês tenham passado muito tempo sem discutir o assunto, não se preocupe. Seu caso tem solução, mas será mais trabalhoso. Em um caso ou em outro, uma terapia de casal pode ajudá-los a resolver o problema. Também vale a pena fazer uma consulta com o médico para checar se há alguma causa fisiológica que esteja influenciando negativamente sua vida sexual.

Além da ajuda dos especialistas, há algumas coisas que você pode fazer para devolver o sexo ao seu relacionamento:

1. Vista-se de forma sexy, isso vai ajudar você a recuperar sua autoimagem e autoestima, caso estejam desgastadas;

2. Carinho nunca é demais, por isso, beije, toque, abrace, ande de mãos dadas, pois este tipo de atitude revitaliza o relacionamento;

3. Ler contos eróticos um para o outro ajuda a erotizar os pensamentos;

4. Tente novas posições e fantasias sexuais, pois talvez vocês só precisem de variedade;

5. Dance! O tango é uma dança sensual feita por casais e pode ajudar vocês a trabalhar a sensualidade e a confiança um no outro. Para a mulher, a dança do ventre e o pole dance são ótimas opções para trabalhar a sexualidade e diminuir as inibições;

6. Alimentos e aromas afrodisíacos são conhecimentos milenares que estão à sua disposição, aproveite!

7. Jogos eróticos também atiçam o desejo e mexem com a libido.

Casamento sem sexo é errado?
A resposta para esta pergunta é bem particular e vai variar de casal para casal, precisando, ainda, de uma boa dose de honestidade. Embora um casamento sem sexo não represente, necessariamente, uma perda de intimidade entre os parceiros, os especialistas acreditam que ele está mais vulnerável a ter problemas do que casamentos onde o sexo faz parte da vida do casal.

É bom lembrar que o sexo é uma representação da intimidade do casal, muitas vezes demonstrando se os parceiros estão ou não em sintonia um com o outro. O sexo é bom e traz consigo um vendaval de emoções positivas. Portanto, lembre-se que investir em sexo é investir no seu casamento!


Fonte: Irresistível.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Melhores da semana