terça-feira, 17 de janeiro de 2017

Ninguém da base aliada acredita na candidatura de José Eliton ao governo de Goiás

O líder do PMDB na Assembleia Legislativa, deputado José Nelto, disse em entrevista ontem que o vice-governador José Eliton (PSDB) é candidato a ser um novo Giuseppe Vecci (PSDB) (que tentou ser candidato a prefeito ano passado e não conseguiu) ao anunciar, em entrevista no Diário da Manhã, no domingo, 15 de janeiro, que é candidato a governador em 2018



“Quem é candidato natural não precisa ficar anunciando candidatura. Eliton está fazendo igual Vecci, forçando candidatura em entrevista porque ninguém da base aliada respeita ele”, afirma Nelto. Além disso, Eliton está fazendo campanha eleitoral extemporânea ao anunciar candidatura ao governo.

"A lei eleitoral proíbe o uso da máquina administrativa em campanhas eleitorais, o artigo 40 da lei 9.504/97 é bem claro: detenção de seis meses a um ano, com alternativa de prestação de serviço à comunidade pelo mesmo período, e multa no valor de R$ 10 mil a 21 mil", aponta o peemedebista. O responsável também pode ser processado por improbidade administrativa. 

O peemedebista já entrou com representação contra Eliton no Ministério Público Eleitoral por usar a máquina administrativa para fazer proselitismo eleitoral. Segundo a coluna Giro, de O Popular, na semana passada, Eliton terá agendas internas nas próximas duas semanas focadas exclusivamente na eleição de 2018. Uma das agendas foi a recondução dos comissionados do governo e, outra, foi o lançamento da candidatura de Jovair Arantes (PTB) à presidência da Câmara dos Deputados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Melhores da semana