segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

Inclusão de alunos com Síndrome de Down no mercado de trabalho é projeto de Delmasso

No Brasil, existem mais de 300 mil pessoas com Síndrome de Down, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Mesmo não sendo uma doença, muitas pessoas ainda veem a condição dessa forma, e infelizmente, existe preconceito na hora da contratação

Resultado de imagem para Síndrome de Down
O deputado Delmasso (Podemos) é autor do projeto de lei 1.434 de 2017, que instituiu no Distrito Federal o programa que visa a inclusão de alunos com Síndrome de Down no mercado de trabalho, buscando a valorização pessoal e profissional, proporcionando mais qualidade de vida. “As pessoas com Síndrome de Down têm muito mais em comum com o resto da população do que diferenças”, disse parlamentar.

O programa contemplará alunos que estejam matriculados no ensino fundamental e eles terão a oportunidade de vivenciar situações de trabalho, descobrir aptidões e interesses por determinadas áreas. A jornada de trabalho será de segunda a sexta-feira, no horário oposto ao turno escolar. O objetivo do programa é aproximar o aluno com Síndrome de Down da realidade socioeconômica do mercado de trabalho.

A Síndrome de Down ou trissomia do cromossomo 21 é uma alteração genética causada por uma falha na divisão celular, ainda durante o estágio embrionário. O Dia Internacional da Síndrome de Down é celebrado anualmente em 21 de março. A data foi escolhida pela Organização da Nações Unidas (ONU) em 2006, em razão da trissomia do cromossomo 21.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Melhores da semana