quarta-feira, 5 de abril de 2017

Celular substitui chaves e crachás

Projeto permite a utilização de smartphone para identificação e liberação de portas em empresas e residências

O controle de acesso a empresas e residências começa a entrar na era dos smartphones. Startup na Universidade de Brasília (UnB) desenvolveu o Loopkey, tecnologia de identificação de pessoas e liberação de portas em determinadas datas e horários. Além de controlar o acesso, o sistema permite a integração com outras funcionalidades: controlar o ponto dos funcionários, criar eventos e agendar a utilização de espaços.

O sistema é composto por um aparelho localizado ao lado da fechadura, na parte interna do recinto, pelo aplicativo do smartphone, pelo banco de dados localizado na nuvem (Amazon AWS e do Microsoft Azure) e pelo software de gestão das informações. As pessoas que terão acesso à empresa ou à residência são cadastradas com as datas e os horários de liberação. Com um toque no smartphone, a solicitação de acesso é checada e a porta é liberada ou não. A conexão e a troca de informações entre o smartphone e o aparelho é pelo bluetooth, com alcance de até 20 metros.

O smartphone é também uma utilidade doméstica

O engenheiro de computação Pedro Salum, 25, um dos idealizadores do projeto, afirma que a gestão de acesso é o grande diferencial. Ao contrário de sistemas baseados em biometria ou crachá, que é preciso estar no local para liberar a entrada, o Loopkey permite o compartilhamento de acesso independentemente de se estar na empresa ou na residência. “Onde estiver, defino que um estagiário, em período de testes, terá o acesso liberado durante um mês, de 14 às 18”, exemplifica Pedro.

Segurança

Segundo Pedro Salum, optou-se pelo bluetooth para dar maior segurança: “Pela internet ou wifi, pode-se simular que está naquele lugar de alguma maneira e isso nem sempre é seguro. Com o bluetooth você garante que a pessoa está ali na frente para abrir”. Para sair do ambiente, basta tocar no aparelho localizado na parede que a porta é liberada. Os centros de pesquisa da Universidade de Brasília e da Unicamp ajudaram no desenvolvimento de algoritmos de criptografia para garantir a segurança dos dados nas trocas de informações.

O escritório compartilhado (Coworking) tem sido adotado por empresas para repartir o ambiente profissional e os custos. O Loopkey é uma das soluções que pode ser adotada para facilitar o entra e sai e para diminuir os gastos. Além de economizar na cópia de chaves, em determinados casos, não é necessária uma pessoa para abrir e fechar a porta.

O diretor financeiro da Cotidiano, aceleradora de empresas, Samuel Arantes, 37, adquiriu o sistema e resolveu o problema do fluxo de pessoas que não são da equipe interna: “Nosso escritório está montado para ser um coworking e, para evitar que as pessoas de dentro do escritório tenham que ficar abrindo e fechando a porta, instalamos o Loopkey”. Outro ponto que Samuel destaca é a gestão da informação: “se sumir alguma coisa do escritório eu sei quem entrou e saiu em determinado horário”.

O Loopkey funciona por bluetooth e o alcance é de até 20 metros

Chave virtual

A engenheira e designer Anna Valéria Maia, 51, mora na Asa Norte e é vizinha da mãe. Devido à idade, a mãe tem cuidadoras que precisam entrar na casa de Anna Valéria para utilizar a geladeira, que é compartilhada. Com o sistema, as cuidadoras são cadastradas e o acesso é liberado. Anna Valéria instalou o Loopkey na porta de serviço do apartamento e, assim, isolou a cozinha do restante da casa. Certa vez, emprestou a casa para amigos: “não precisei tirar cópia das chaves. Mandei o compartilhamento e ela ficou livre para entrar e sair. Achou o máximo”.

Anna Valéria imagina outras situações em que o sistema ajuda no cotidiano: “Alugar um imóvel por temporada noutra localidade, o filho que esquece a chave e, de madrugada, você tem que sair para abrir a porta. As donas de pensão iam ficar maravilhadas. As meninas não entrariam mais a partir de determinado horário…”.

O Loopkey custar a partir de R$ 1.499,00, já com a instalação, e pode ser comprado pelo site www.loopkey.com.br/ ou telefone (61) 3107 4177.

Por Mauro Jácome

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Melhores da semana