segunda-feira, 15 de maio de 2017

Cidade Ocidental: Um novo modelo de gestão de recursos públicos

O Orçamento Participativo é uma ferramenta de participação popular nas decisões orçamentárias, pois possibilita ir além do que entendemos por democracia representativa e nos faz avançar no fortalecimento dos espaços de decisões conjuntas entre representantes e representados – é a “Democracia Participativa” tomando forma e principalmente voz

Em Cidade Ocidental, o Prefeito Fábio Correa adotou o modelo de discussão descentralizada e no evento de prestação de contas de 100 dias de governo anunciou à população que seriam realizadas dez audiências públicas – que acontecerão nos bairros – com o objetivo de ouvir as reivindicações coletivas dos moradores de cada localidade. Os apontamentos auxiliarão o governo municipal a direcionar os recursos dos anos seguintes, através da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) e do Plano Plurianual (PPA) para que o dinheiro dos cofres públicos seja destinado ao que o povo realmente necessita.

O debate já começou

Na noite do dia 27 de abril os moradores do Parque Nápoles reuniram-se no Multiuso, conhecido local de atividades do bairro, para apresentar ao governo as necessidades de quem reside naquela região de Cidade Ocidental. Entre as principais demandas apresentadas estão: mobilidade urbana, iluminação e asfalto. As intervenções feitas pelos cidadãos tocavam sempre nos mesmo pontos demonstrando como existem pautas urgentes que são conhecidas por todos.

No dia 02 de maio foi a vez da população do Parque Araguari encontrar-se com os gestores públicos municipais e discutir ponto a ponto os problemas do bairro. Em uníssono as reivindicações pautavam uma atenção especial à segurança e infraestrutura. “Tenho mais de 20 anos de serviço público e nunca vi algo parecido com essas reuniões. parabenizo a inciativa e espero que o governo municipal prossiga aumentando os investimentos em educação e projetos sociais.” afirmou a Sra. Maria de Lourdes da silva – Diretora da Escola Municipal Severino Teotônio da Costa, local onde acontecia a reunião.

Política se faz com seriedade

As audiências do Orçamento Participativo seguirão pelos bairros para ouvir cada pai e mãe de família, os jovens, líderes religiosos e organizações populares. Este debate inaugura um novo modelo de gestão dos recursos públicos, onde os gestores municipais trabalham sob a ótica da participação popular e da responsabilidade fiscal.

Acompanhe o calendário oficial e opine também através do nosso formulário.

Para acessar o formulário digital acesse:http://cidadeocidental.go.gov.br/portal/orcamentoparticipativo/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Melhores da semana