sábado, 20 de maio de 2017

Processo que investiga Marconi Perillo por perdão de R$ 1,2 bi da JBS chega à PGJ

O processo encaminhado pelo Ministério Público Estadual (MP-GO) para investigar o perdão fiscal de R$ 1,2 bilhão do Estado para o grupo JBS já está na mesa do Procurador-geral de justiça Benedito Torres, há 20 dias

O inquérito apontou indícios de ato de improbidade administrativa e crime de responsabilidade por parte do governador Marconi Perillo (PSDB). A negociação que lesou os cofres públicos também deverá estar nas delações dos irmãos Joesley e Wesley Batista e diretores da Friboi.

A promotora que investigou o caso entende que há irregularidade no benefício, mas mandou o inquérito para o procurador porque governador tem foro privilegiado.

Além da perda dos direitos políticos por 8 anos e responder criminalmente em Goiás, a investigação poderá esclarecer se houve recebimento de quantias no exterior.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Melhores da semana