sábado, 17 de junho de 2017

Goiás: Marconi Perillo deixa servidores do Vapt Vupt sem benefícios

Mais uma categoria de servidores públicos mostra grande insatisfação com a gestão do governador Marconi Perillo (PSDB)

Dessa vez, são os funcionários do Vapt Vupt, que, segundo o jornal O Popular, vão pressionar o tucano para também serem incluídos no projeto que cria auxílio-alimentação e hospedagem de até R$ 2,1 mil para quem trabalha na CGE, PGE, Casa Civil e Segplan.

A justificativa do governo estadual é que os servidores do Vapt Vupt já recebem gratificação de desempenho e que, por isso, não serão incluídos no pacote de bondades. O fato, porém, é que o tucano toma atitudes que atrapalham o bom funcionamento das unidades. No fim do ano passado, o corte de mais de mil comissionados recai sobre funcionários da rede, o que dificultou muito o atendimento nas unidades.

Pressionado pela população e pela piora ainda mais na qualidade do serviço, o governador tentou recontratar 800 servidores, mas foi barrado pela Justiça.

Além disso, pra confirmar a má vontade contra o Vapt Vupt, o governo anunciou recentemente que vai mesmo entregar o serviço para a iniciativa privada por um valor de R$ 1,1 bilhões.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Melhores da semana