sábado, 10 de março de 2018

Aniversário comunitário de Hélio José reúne centenas de pessoas na Estrutural

Aconteceu na última sexta-feira (09/03), o aniversário do senador Hélio José (PROS-DF), onde foram realizados missa e culto de ação de graças pelos seus 59 anos de vida, os eventos foram comunitários e realizado por lideranças de todo DF na cidade Estrutural 


Os eventos receberam centenas de pessoas que foram cumprimentar o senador Hélio José, pela passagem de seu aniversário e pelas realizações em prol das cidades do DF e entorno. Hélio José também é um defensor dos aposentados, trabalhadores e servidores públicos. 

Hélio José da Silva Lima, natural de Corumbá de Goiás, é formado em engenharia elétrica pela Universidade de Brasília. Nas eleições de 2010 foi eleito primeiro suplente de Rodrigo Rollemberg. Em 2015 ele assumiu a vaga de senador, já que Rollemberg foi eleito governador de Brasília. 

Hélio José entrou para os anais do Senado da República como um suplente que desmascarou o governo federal ao provar que não existe déficit da Previdência Social 

O senador Hélio José, o mais atuante da bancada do Distrito Federal, será candidato a deputado federal pelo Pros. 

Para ter uma independência maior e romper de vez com o governo Temer, o senador de Brasília deixou o PMDB em outubro de 2017 e logo o ingressou no PROS. 

Em seu relatório na CPI da Previdência Social, aprovado por unanimidade, além de sugerir projetos de lei e emendas à Constituição para aperfeiçoar a legislação, o senador também solicita algumas providências do governo federal. 

O relatório ainda apontou erros na proposta de reforma apresentada pelo governo; sugere emendas à Constituição e projetos de lei; além de indicar uma série de providências a serem tomadas para o equilíbrio do sistema previdenciário brasileiro, como mecanismos de combate às fraudes, mais rigor na cobrança dos grandes devedores e o fim do desvio de recursos para outros setores. 

O senador ainda lembrou que existiu inconsistência de dados e de informações anunciadas pelo Poder Executivo, que “desenham um futuro aterrorizante e totalmente inverossímil”, com o intuito de acabar com a previdência pública e criar um campo para atuação das empresas privadas. Segundo Hélio José, as empresas privadas devem R$ 450 bilhões à previdência e, para piorar a situação, somente R$ 175 bilhões correspondem a débitos recuperáveis. 

O senador Hélio José (PROS-DF), ficou conhecido no cenário nacional por relatar a CPI da Previdência e enfrentar o governo Michel Temer em defesa dos servidores Públicos.



Fotos: ASCOM Hélio José.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Melhores da semana