quarta-feira, 11 de abril de 2018

5 dicas para ser mais confiante no sexo

Sexo é uma coisa muito boa – se não for, tem algo errado, porque deveria ser uma coisa muito, muito boa. Principalmente quando você está em uma relação saudável – mesmo que seja aquela ficada de uma noite só – e se abre completamente às sensações que estão por vir

Fotos: Unsplash/Reprodução.
Mas também pode ser algo bem frustrante – e por motivos que não envolvem a outra pessoa ser uma babaca. É que quando você fica muito autoconsciente e não consegue viver o momento sem distrações, a transa dificilmente vai ser maravilhosa. E, bem, você merece que a maioria das suas transas sejam maravilhosas.

Sabe disso mas nem sempre se sente totalmente confiante na hora H? A gente conversou com a sexóloga Jaqueline Brendler e traz algumas dicas que podem ajudá-la a ficar mais confiante. Confira!

Fotos: Unsplash


1. Entregue-se à emoção
Jaqueline explica que essa é o primeiro passo na hora de ser autoconfiante no sexo: você precisa se entregar:

– Sexo é pura emoção e devemos viver esse momento. Nessa hora você tem que desligar seu lado racional, aquele que analisa todas as coisas, e se conectar com a pessoa que está ali. Quando você se entrega não tem tempo e nem vontade de ficar pensando em outras coisas.

Sabe aquela ansiedade pela hora de gozar ou a preocupação com o próprio corpo? A sexóloga explica que, numa transa saudável e entregue, não deve acontecer. Em um sexo adulto e consensual, ambas as pessoas estão envolvidas e estão aí por livre escolhar. Curta.



2. Fantasie
Segundo a sexóloga, a única parte do seu cérebro que deve estar ligada é aquela capaz de fantasiar – durante o sexo, tudo é permitido, até o que se passa apenas na sua cabeça. É claro que sempre tem a possibilidade de realizar as fantasias e, nessas horas, a autoestima vai lá em cima e, por consequência, a segurança também. Mas um dica é levar em conta e conhecer o seu parceiro antes de sugerir alguma loucura:

– Realizar fantasias é para pessoas que são sexualmente saudáveis, que não tem traumas ou dificuldades relacionadas ao sexo. Às vezes, alguém que é inseguro fica mais inseguro ainda quando o outro propõe uma coisa nova porque pensa que até o momento não conseguiu agradar.

Se você acha que, pelo menos agora, realizar aquela fantasia que você tem há tempos não é possível, tudo bem. O que acontece na sua cabeça também vale.


3. Conecte-se com seu parceiro
Tanto faz se você está indo para a cama com alguém que vive junto há anos ou se é apenas um sexo casual, sentir a ligação com a pessoa faz toda a diferença.
– Em toda relação existe uma energia erótica que envolve e apimenta o sexo. Quando você consegue sentir essa energia e consegue entrar no mesmo clima que a pessoa que está aí contigo, se deixa levar pelas palavras que fazem parte do jogo erótico, as chances de sentir-se confortável o tempo inteiro são muitas.
E vale lembrar: você sempre deveria sentir-se confortável em uma relação sexual.


4. Seja capaz de falar do que gosta
Quando você se comunica com seu parceiro, o sexo flui melhor. Isso porque uma pessoa não tem obrigação de saber exatamente o que você quer. Se você falar, vocês chegam juntos até essas sensações e a chance de um sexo bom é bem maior. E sexo bom funciona como um ciclo virtuoso: te deixa feliz, mais à vontade e com mais vontade de transar e a sua confiança vai atingir níveis ainda maiores.


5. Dica prática de sucesso: tenha sempre um lubrificante por perto
Seja por motivos hormonais, culpa do anticoncepcional ou de algum outro medicamento, muitas mulheres sentem desejo mas não conseguem ficar suficientemente lubrificadas. Esse é o tipo e situação que pode ligar acender aquela alerta barulhento e te tirar do estado de emoção pura. A dica é fazer do lubrificante seu aliado na hora de transar.

Fonte: Revista Donna.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Melhores da semana