Theme Layout

Theme Translation

Trending Posts Display

Home Layout Display

Posts Title Display

404

Página não encontrada

Início
A Agrichem é uma das 480 empresas expositoras da AgroBrasília. Voltada para a área de insumos a companhia trabalha com mais de 30 produtos e é especializada em nutrição vegetal e atua também na indução de resistência, com a linha de performances AgriFuncionais, que são adjuvantes

“A gente busca manter uma nutrição equilibrada para que se tenha uma produtividade de excelência”, afirma Gaspar Fonseca, representante comercial da Agrichem.

Os produtos da empresa são aplicados em doses menores por serem mais concentrados e atuam no tratamento de sementes, com aplicação foliar e via solo.

Outra companhia especializada em nutrição de plantas é a Santa Clara Agrociências, que trabalha com mais de 55 produtos, que além do sistema nutricional, fazem o manejo de pragas e doenças.

A novidade que a empresa levou para a AgroBrasília foi um protetor solar para as plantas. “O produto faz uma proteção na cutícula da planta protegendo ela contra raios ultravioletas e infravermelho. Na pele humana os raios causam queimaduras e lesões, na planta não deixa de ser diferente, pois destrói o tecido celular”, revela Thiago da rosa, gerente comercial da Santa Clara Agrociências.

A Araunah Agro trabalha com soluções integradas para manejo, no tratamento de doenças radiculares, nematoides e plantas daninhas. A empresa apresenta na AgroBrasília ativos biológicos, plantas de cobertura e Bioativação. “São três linhas de trabalho que estão ligadas para resgatar a saúde do solo, a vida que já existe ali, mas que necessita de uma melhoria. A gente busca sair da dependência química para que as plantas possam expressar mais o potencial produtivo delas”, ressalta Toniel da Costa Resende, engenheiro agrônomo e representante comercial da Araunah Agro.

A empresa se destaca pelo uso de uma tecnologia exclusiva desenvolvida na Suíça, região conhecida por conta da qualidade de seus produtos, A tecnologia Penergetic é voltada para a Bioativação, baseada na indução eletromagnética e ativação de organismos do solo.

Já a KWS sementes é experiente no desenvolvimento e melhoramento de sementes de soja e sorgo. A empresa levou para a Feira 5 materiais da tecnologia Viptera 3 e 3 materiais convencionais, além de 5 variedades de soja e 2 de sorgo. “Temos materiais com dupla aptidão com excelente performance em bromatologia e também de alto potencial produtivo na produção de grãos”, aponta Mateus Silva, gerente comercial da KWS.

A inovação da companhia é voltada para a variedade de soja que tem maior resistência a nematoides.

Leave A Reply

Blog do Paulo Roberto Melo

[name=Blog do Paulo Melo] [img=https://2.bp.blogspot.com/-SMQa2r91n1w/WxcuM5dFiAI/AAAAAAAAHbE/-xMkvHecaMMxZr2u27V4lWwHMKY6IgyqgCK4BGAYYCw/s0/BLOG-DO-PAULO-MELO-ELEI%25C3%2587OES-2018.png] [description=Sou formado em Gestão Pública pela UCDB e Gestão Empresarial na UNIPLAN, já cursei Ciência Política na UDF, trancando no 3° período. Também cursei Ciências Contábeis na UPIS.Tenho pos graduação em Gerenciamento de Projetos pela Uniandrade e MBA em Marketing pela FGV..] (facebook=Facebook.com) (twitter=Twitter.com) (instagram=Instagram.com) (bloglovin=Blogvin.com) (pinterest=Pinterest.com) (tumblr=Tumblr.com)