Theme Layout

Theme Translation

Trending Posts Display

Home Layout Display

Posts Title Display

404

Página não encontrada

Início

Morre primeiro paciente pela variante Ômicron no Reino Unido

Informação foi dada pelo primeiro-ministro Boris Johnson em meio a aumento dos casos com a mutação no país

Primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, durante visita à clínica de saúde em Londres Foto: JEREMY SELWYN / AFP

Pelo menos um paciente morreu no Reino Unido após a contrair a variante Ômicron do coronavírus, disse o primeiro ministro Boris Johnson nesta segunda-feira (13).

“Infelizmente, a Ômicron gera hospitalizações, e foi confirmado que ao menos um paciente morreu em decorrência da Ômicron”, disse Johnson aos repórteres durante uma visita a um centro de vacinação de Londres.

“Nós podemos ver a Ômicron aumentando agora em Londres e em outras partes do país. Aqui na capital, ela representa cerca de 40% dos casos. Amanhã, representará a maioria e segue aumentando a todo o momento”, afirmou o primeiro-ministro.

“Então eu acho que a ideia de que esta é de alguma forma uma versão mais branda do vírus – acho que é algo que precisamos colocar de um lado – e apenas reconhecer o ritmo que ela acelera através da população”, complementou Johnson.

O governo britânico confirmou posteriormente a informação do óbito.

Desde que os primeiros casos de Ômicron foram detectados em 27 de novembro no Reino Unido, Boris Johnson impôs restrições mais severas, e no domingo (12) ele pediu que a população fosse tomar a dose de reforço para evitar que o serviço de saúde fosse sobrecarregado.

Neste momento, o recebimento da dose de reforço está permitido para todos os adultos, o que compõe uma força tarefa do governo britânico para vacinar mais pessoas.

Segundo Boris Johnson, a meta é aplicar a dose extra em toda a população ainda em 2021, o que faz com que os serviços de saúde do Reino Unido tenham que dobrar a velocidade atual das aplicações.

O Secretário de Saúde britânico, Sajid Javid, disse que a variante Ômicron estava se espalhando a uma “taxa fenomenal”, e agora era responsável por cerca de 40% das infecções em Londres.

Johnson, que está lidando com boatos de alegadas festas em seu escritório de Downing Street durante o lockdown do ano passado, reiterou na segunda-feira que ele “certamente não quebrou nenhuma regra”.

*Com informações da Reuters

FONTE: REUTERS – CNN BRASIL | EDIÇÃO: REDAÇÃO GRUPO M4

UMA MARCA DO GRUPO

*CURTA A NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK, SIGA-NOS NO INSTAGRAM E TWITTER, COMPARTILHE AS NOSSAS PUBLICAÇÕES*

*Instagram* - https://www.instagram.com/tribunadobrasil/

*Facebook* - https://web.facebook.com/tribunadobrasil.tbr/

*Twitter* - https://twitter.com/tribunabrasilBR

*e-Mail*: grupoM4.contato@gmail.com

#brasil #brasilia #riodejaneiro #saopaulo #ceara #bahia #minasgerais #riograndedosul #riograndedonorte #santacatarina #jornalista #andersonmiranda #noticias #grupom4 #comunicacao #producao #publicidade #tribunadobrasil #tribunadodf #alobrasilia #daquidf #eixonacional #deputadosesenadores #prefeitosevereadores #entendercondominio #folhadodf #informaconcurso #jknoticias #jornaldoentorno #maisaguasclaras #opasquimdobrasil #pautanacional  #consultarimoveis #jornalismo 

 

Leave A Reply

DANNTEC ENGENHARIA