terça-feira, 14 de março de 2017

Ronaldo Caiado e Lúcia Vânia juntos em base forte do PMDB e de Daniel Vilela

O senador Ronaldo Caiado (DEM) foi protagonista de evento administrativo relevante para os municípios goianos e fato político estratégico em um município com prefeito do PMDB e que representa uma das regiões mais representativas da economia e da política no Estado: o sudoeste goiano

A imagem pode conter: 4 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé e terno
Caiado chama para ele a pauta da educação, oferecendo a oportunidade de recursos para prefeitos desesperados com falta de recursos. O que ele diz no material de divulgação de sua assessoria:

- Vamos nos reunir para definir soluções rápidas para as questões da educação em cada um dos municípios de Goiás. Será um evento abrangente. Todos os municípios estão convidados, todos os prefeitos e lideranças políticas, independentemente de cor partidária, será um momento de darmos prioridade a esta revolução que o ministro Mendonça Filho tem feito na educação e agora chegando na base, chegando junto aos prefeitos fazendo com que seu secretário tenha mais facilidade em tratar e dar andamento aos seus processos junto ao FNDE.

Por outro lado, o evento é político por excelência. Ele leva para o interior do Estado nada menos que um ministro, que é do seu partido. Cabo eleitoral melhor no momento, impossível.

A pegada política em Rio Verde ocorre no instante em que Caiado coloca na estrada sua pré-campanha a governador. Impossível dissociar uma coisa da outra.

Como é impossível não considerar a presença da senadora Lúcia Vânia no evento um passo estratégico dela.

Lúcia Vânia tem na educação uma de suas bandeiras perenes. Conhece da área. Aí, natural sua presença lá. Mas isso acontece quando ela e o governo do Estado estão batendo cabeça.

A senadora não gostou da criação da Secretaria de Habitação (anunciada pelo governador) – e dela ser creditada ao PSB sem sua anuência –, que se sobrepõe à Agehab, onde está há tempos um de seus maiores aliados.

No embate, o que saiu: o PSB pode lançar candidato a governador, o que vai contra o interesse do governador Marconi Perillo (PSDB), que já lançou seu vice, José Eliton, ao cargo.

Em plena campanha, um dos principais adversários de Eliton é exatamente Caiado. A presença, portanto, de Lúcia Vânia em Rio Verde, e na foto que ilustra este texto, se reveste de inegável simbolismo.

Lúcia Vânia e Caiado juntos? Em 2018 também? São luzes que se acendem no Palácio das Esmeraldas.

Como se acendem no PMDB, onde o deputado federal Daniel Vilela – que tem como base principal a vizinha Jataí – tenta emplacar também uma candidatura ao governo.

O prefeito de Rio Verde é do PMDB. Do PMDB, apoiado na campanha pelo democrata, que sonha em ser o nome da oposição (incluídos os peemedebistas) unida em 2018.

Palavras de Caiado no material de chamamento para o evento:

- Estaremos junto com o prefeito Paulo do Vale, o ministro Mendonça e o presidente do FNDE para que a verba federal chegue mais rápido e soluções claras para o problema da educação que precisa de celeridade para ajudar no crescimento do nosso estado de Goiás 

Em Rio Verde hoje, portanto, o assunto é educação, mas o tema de resistência é eleição para governador em 2018 e os protagonistas são Ronaldo Caiado e Lúcia Vânia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Melhores da semana