Theme Layout

Theme Translation

Trending Posts Display

Home Layout Display

Posts Title Display

404

Página não encontrada

Início
Em 2016, foram feitos 400 mil exames no local. Depois de reforma entregue nesta quarta-feira (26), a expectativa é de 500 mil análises até o fim do ano

Foto: Paulo Melo.

Responsável pela análise laboratorial de média e alta complexidades de pacientes de Brasília, o Laboratório Central de Saúde Pública do Distrito Federal (Lacen) completa nesta quarta-feira (26) 39 anos desde a inauguração. Para celebrar a data, foi entregue hoje para a população parte da estrutura reformada, com redes hidráulica e elétrica, piso, forro e bancadas de trabalho novos.

Foto: Paulo Melo.

Neste laboratório, tem muita tecnologia aplicada e construída ao longo de muitos anos que agora — aliado a uma infraestrutura mais adequada e à capacidade técnica dos seus servidores, ao espírito público e ao compromisso público dos seus servidores — certamente dará uma contribuição ainda maior para o sistema de saúde pública do Distrito Federal”, falouo governador Rodrigo Rollemberg, na inauguração.

Governador Rollemberg entrega reforma do Laboratório Central de Saúde Pública do Distrito Federal (Lacen) completa nesta quarta-feira (26). Foto: Dênio Simões.

As intervenções que se iniciaram em 2015 resultarão no aumento da capacidade do laboratório. Em 2016, foram feitos 400 mil exames no local. Para 2017, a expectativa é de 500 mil análises laboratoriais.

“Teremos melhores condições para identificar doenças, medir qualidade da água e atender à demanda local e de todo o País”, disse o governador Rodrigo Rollemberg, na inauguração na manhã desta quarta.

R$ 3,5 milhõesMontante usado para reformar o Laboratório Central de Saúde Pública do DF

Receberam as obras os núcleos das Gerências de Biologia Médica e de Análises de Produtos e de Água. Com isso, terão reforço os exames de carga viral de HIV, Hepatites B e C e de água e alimentos, por exemplo. O investimento do DF foi de R$ 3,5 milhões.

“Esse é um laboratório muito importante, com alta tecnologia. Temos quatro alas completas sendo entregues com estrutura para chegar a diagnósticos mais precisos”, disse o secretário de Saúde, Humberto Fonseca.
Compra de medicamentos e de insumos

O governo de Brasília vem adotando medidas para facilitar a compra de medicamentos e de insumos para abastecer a rede pública de saúde. Um pregão eletrônico está em curso para resolver questões pontuais.

Ao mesmo tempo, o processo de compras está sendo aperfeiçoado para evitar que faltem medicamentos e insumos nos hospitais e nas unidades de saúde do DF. “A própria proposta de criar o Instituto Hospital de Base de Brasília vai trazer mais facilidade para fazer as compras e, assim, melhorar a qualidade do atendimento à população”, destacou o governador Rodrigo Rollemberg.

Além disso, há o pagamento das dívidas do governo anterior que estão sendo feito pela atual gestão. “Muitos fornecedores se recusam a vender para o governo enquanto as dívidas não forem quitadas, e isso também prejudica o abastecimento do estoque”, completou.
Leave A Reply

Blog do Paulo Roberto Melo

[name=Blog do Paulo Melo] [img=https://2.bp.blogspot.com/-SMQa2r91n1w/WxcuM5dFiAI/AAAAAAAAHbE/-xMkvHecaMMxZr2u27V4lWwHMKY6IgyqgCK4BGAYYCw/s0/BLOG-DO-PAULO-MELO-ELEI%25C3%2587OES-2018.png] [description=Sou formado em Gestão Pública pela UCDB e Gestão Empresarial na UNIPLAN, já cursei Ciência Política na UDF, trancando no 3° período. Também cursei Ciências Contábeis na UPIS.Tenho pos graduação em Gerenciamento de Projetos pela Uniandrade e MBA em Marketing pela FGV..] (facebook=Facebook.com) (twitter=Twitter.com) (instagram=Instagram.com) (bloglovin=Blogvin.com) (pinterest=Pinterest.com) (tumblr=Tumblr.com)