quinta-feira, 21 de setembro de 2017

Congresso do PSB DF mostra força das bases e fortalece Rollemberg

Encerrado o congresso do PSB que elegeu o novo Diretório Regional do Partido Socialista Brasileiro no DF, acalmam-se também os ânimos entre as duas alas que disputam o comando da legenda no Distrito Federal

De um lado liderando uma ponta Marcos Dantas e Jaime Recena, do outro Daniel Cunha e Acilino Ribeiro, e o vencedor foi o governador Rodrigo Rollemberg que conseguiu unir os grupos adiando a disputa e tendo o controle da direção. Durante a realização do congresso os ânimos se exaltaram e somente com a intervenção do governador se acalmaram.

Mesmo estes se degladiando seguem a orientação de Rodrigo Rollemberg e estão unidos em torno do chefe do Buriti. Ao final do congresso os quatro mostraram a união em torno do fortalecimento do PSB e do governador Rodrigo Rollemberg.

O novo Diretório se reúne dia 28, quinta-feira da próxima semana e estará em disputa não só a Vice-Presidência que praticamente já está confirmado o nome de Daniel Cunha, uma vez que Jaime Recena praticamente desistiu da disputa, além de sete outros cargos, como a Secretária de Finanças, de Comunicação e Mídias, de Relações Institucionais e Parlamentares e de Formação Política.

O nome de Marcos Dantas foi consenso para assumir a presidência, inclusive com o apoio de Daniel Cunha e Acilino Ribeiro que garantiram os votos necessários para isso e com o total apoio do governador Rodrigo Rollemberg que será o Secretário Geral.

Seis dos quinze cargos, no caso dos secretários de Segmentos Sociais do PSB já foram eleitos pelos respectivos congressos distritais destes; como Acilino Ribeiro para a Secretaria de Movimentos Populares; Geralda Rezende para a Secretaria de Mulheres, Paula Bennet para a Secretaria de LGBT, Jaqueline Nunes para a Secretaria de Negritude e Rosalvo Pereira para Secretario Sindical.

Durante o congresso o Informa Tudo DF conversou com os principais líderes do PSB e numa análise de seus discursos observou-se que:

Marcos Dantas que passou o congresso quase todo muito tenso, declarou “ Este congresso é uma festa da militância, onde a unidade deve prevalecer e por isso sugiro o adiamento para juntos buscarmos o consenso e fortalecer o PSB”.

Daniel Cunha que a todo momento era ovacionado como o novo vice-presidente do PSB disse que “O diálogo é o caminho da unidade e por isso vamos continuar conversando e cada vez mais fortalecendo o PSB ouvindo os dirigentes e as lideranças de base”.

Já Acilino Ribeiro, que durante todo o congresso articulava e costurava acordos além de mobilizar seus militantes afirmou “Queremos um PSB de Quadros e Massa, e um MPS nas ruas e nas redes, em torno da liderança de Rodrigo Rollemberg e buscando alianças à esquerda para fortalecermos o PSB e reelege-lo em 2018. Por isso vamos ao diálogo e ao consenso”.

Enquanto isso o governador Rodrigo Rollemberg finalizou seu discurso fazendo uma avaliação de sua administração e agradecendo aos líderes zonais e dirigentes de segmentos sociais do PSB pelo dialogo mantido e o atendimento ás suas ponderações, “o que leva o PSB a sair fortalecido e maior neste congresso”, concluio.


Fonte: Da redação Informa Tudo DF

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Melhores da semana