-->



Theme Layout

Theme Translation

Trending Posts Display

Home Layout Display

Posts Title Display





















404

Página não encontrada

Início


Sedes realiza visitas técnicas frequentes para verificar a situação e as demandas de cada unidade



Durante as visitas aos Restaurantes Comunitários, a equipe da Sedes verifica a situação das instalações e dos equipamentos e o que pode ser feito de imediato para melhorar o serviço | Foto: Divulgação/Sedes

Os Restaurantes Comunitários do Riacho Fundo 2 e do Recanto das Emas receberam visitas técnicas de uma comissão da Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes), nesta terça-feira (2). O objetivo da ação foi acompanhar de perto o trabalho das equipes e ouvir as demandas de cada unidade em prol da melhoria do atendimento à população.

"São incursões de rotina feitas semanalmente pela gestão para verificar o andamento da produção das marmitas nos 14 restaurantes comunitários e conversar com os funcionários", explica a subsecretária de Segurança Alimentar e Nutricional, Karla Lisboa.

De acordo com a gestora, por meio dessas visitas verifica-se a situação das instalações e dos equipamentos e o que pode ser feito de imediato para melhorar o serviço. "Os gerentes e os executores do contrato sempre nos acompanham para mostrar e explicar, por exemplo, o acondicionamento das refeições e a higienização dos materiais", destaca Karla Lisboa. Nesta semana, as unidades de Brazlândia e da Estrutural também receberam a comitiva.

Karla Lisboa reitera que essa aproximação com as unidades é importante para manter a qualidade do serviço prestado. "Minha equipe faz ações toda semana para acompanhar o trabalho das empresas terceirizadas que produzem as marmitas e cuidam dos restaurantes".

Os Restaurantes Comunitários oferecem refeições adequadas e saudáveis ao custo de R$ 1 para a população. Em razão da pandemia da Covid-19, as refeições estão sendo servidas em marmitas, que podem ser retiradas pelo usuário na quantidade que ele necessitar. Nesses meses de pandemia, as quentinhas também são oferecidas gratuitamente à população em situação de rua cadastrada pela equipe de Abordagem Social da Sedes.






Leave A Reply
  1. As quentinhas estão vindo quase sem carne. SEM FISCALIZAÇÃO CONSTANTE, NÃO FUNCIONA. SOBRADINHO 2 ESTÁ ABUSANDO DA FALTA DE FISCALIZAÇÃO. NA TERÇA, VIERAM 3 PEDAÇOS DE COURO DO FRANGO EM DUAS QUENTINHAS E NADA DE CARNE. APENAS UMA TINHA E PEDACINHOS DE CARNE COM COURO, MAS A CARNE DO TAMANHO DE UMA UNHA. ASSIM, TAMBEM QUERO TER UM RESTAURANTE.

    ResponderExcluir

DANNTEC ENGENHARIA

Blog do Paulo Roberto Melo

[name=Blog do Paulo Melo] [img=https://2.bp.blogspot.com/-SMQa2r91n1w/WxcuM5dFiAI/AAAAAAAAHbE/-xMkvHecaMMxZr2u27V4lWwHMKY6IgyqgCK4BGAYYCw/s0/BLOG-DO-PAULO-MELO-ELEI%25C3%2587OES-2018.png] [description=Sou formado em Gestão Pública pela UCDB e Gestão Empresarial na UNIPLAN, já cursei Ciência Política na UDF, trancando no 3° período. Também cursei Ciências Contábeis na UPIS.Tenho pos graduação em Gerenciamento de Projetos pela Uniandrade e MBA em Marketing pela FGV..] (facebook=Facebook.com) (twitter=Twitter.com) (instagram=Instagram.com) (bloglovin=Blogvin.com) (pinterest=Pinterest.com) (tumblr=Tumblr.com)