-->



Theme Layout

Theme Translation

Trending Posts Display

Home Layout Display

Posts Title Display





















404

Página não encontrada

Início


Presidente da Frente Parlamentar, deputado Delmasso anunciou acordo de cooperação técnica entre as entidades que compõem a Frente, bem como a criação de um observatório legislativo da micro e pequena empresa com os projetos em tramitação que afetam o setor



Durante o lançamento da Frente Parlamentar da Micro e Pequena Empresa da Câmara Legislativa do Distrito Federal na manhã desta terça-feira (8), evento remoto transmitido ao vivo pela TV Web CLDF, o presidente da Frente, deputado Delmasso (Republicanos), defendeu a mudança no "modal de sustentação econômica da capital da república, do setor público para a iniciativa privada". Segundo ele, o DF precisa pensar novas formas de atrair empresas, ao invés de perdê-las para regiões circunvizinhas, como ocorreu com o Outlet Brasília, em Alexânia, empresa que deveria ter sido instalada em Santa Maria. Com isso, os impostos arrecadados no Outlet ficam em Goiás, mesmo que a maioria dos consumidores seja do DF, explanou.

Nesse sentido, a Frente Parlamentar deverá trabalhar pelos interesses da micro e pequena empresa, propondo leis que facilitem e beneficiem  o micro e pequeno empresário do DF, e gerenciando propostas que possam prejudicá-los, discorreu Delmasso, ao destacar que o setor é o principal gerador de emprego e fomentador da economia. O deputado acrescentou que o DF deveria atrair as empresas voltadas à área de tecnologia e logística, em virtude da formação e qualificação dos recursos humanos aqui existentes e do parque tecnológico estruturado. "Temos condições de sermos, além da capital da república, a capital da tecnologia do nosso País", declarou.  

Por sua vez, a deputada Júlia Lucy (Novo) ressaltou a pertinência da criação da Frente no grave momento pelo qual passa o setor produtivo no DF, em virtude da pandemia, e citou, como exemplo, o setor de bares e restaurantes. "O governo precisa atuar junto com o setor e em parceria com a CLDF", disse, ao defender ações concretas por parte do GDF, como o diferimento do IPTU e o perdão da taxa do uso de espaço público durante o fechamento imposto no período de pandemia.

Desburocratização

Uma das representantes do setor produtivo, a diretora do Sebrae-DF, Rosemary Rainha, agradeceu a criação da Frente e considerou que o fórum, já existente em outros estados, "é importantíssimo para a micro e pequena empresa". Já o superintendente do Sebrae-DF, Antônio Valdir Oliveira Filho, sugeriu duas linhas de atuação para a Frente. A primeira delas seria o processo de desburocratização e a segunda, a disponibilidade de crédito para o setor, extremamente atingido pelos efeitos da pandemia. Também defendeu a urgente desburocratização do setor o presidente da Câmara de Diretores Lojistas (CDL-DF), Wagner Silveira, observou que a relevância da Frente "para que os pequenos negócios tenham voz". Ele também frisou que a função da micro e pequena empresa não é arrecadatória, mas sim de geração de emprego.

A atuação da Frente Parlamentar como elo entre o setor e a CLDF foi a tônica de diversos participantes, como o representante da Federação das Associações Comerciais (FAC-DF), Manoel Valdeci; da Federação Interestadual das Empresas de Transporte de Cargas (Fenatac), Paulo Afonso Rodrigues Lustosa; e da Fecomércio, Eduardo Almeida.

Apoio
Em nome do governo, o secretário de Desenvolvimento Econômico do DF, José Eduardo Pereira Filho, destacou os avanços e as melhorias que estão sendo feitos no Polo JK, como na subestação de energia e no transporte. "O Porto Seco vai ganhar uma alça rodoviária necessária há vinte anos", anunciou. Ele ainda salientou a criação, neste ano, da Secretaria de Empreendedorismo para dar um olhar significativo para as micro, pequena e média empresas. O representante desta secretaria, Márcio Faria Júnior, por sua vez, endossou que a CLDF é uma forte aliada do governo e do setor. Faria solicitou a inclusão na pauta de votações deste ano do PL 1.530/2020, sobre autorizações para funcionamento de atividades econômicas, e também apoio às propostas de regularização do funcionamento de feiras livres, feiras permanentes e shoppings populares, que deverão ser encaminhadas a Casa no primeiro semestre do ano que vem. Já o representante da Secretaria de Economia, Estevão Caputo, declarou o apoio da pasta às demandas da Frente. Em nome da Codeplan-DF, órgão responsável pelas pesquisas de emprego e desemprego, Jean Lima considerou ser necessário unir esforços para superar o desafio de gerar empregos e diminuir as desigualdades. Para ele, as áreas com maiores oportunidade de expansão no momento são saúde privada, tecnologia e comunicação.

Gestora do Parque Científico e Tecnológico da Universidade de Brasília (UnB), a professora Renata Aquino disse que é preciso entender o ambiente de inovação como espaço do empreendedorismo, onde se faz a relação com a micro e pequena empresa, e reconhecer o desenvolvimento da pesquisa aplicada que agrega valor ao produto. Ela relatou as dificuldades que impedem avanços na área, como o pagamento de ISS para pesquisas no DF, ao contrário do que ocorre em outros estados, e o excesso de burocracia. Em outro ângulo, Aquino completou que novos problemas serão redimensionados a partir da pandemia, uma vez que na ciência se sabe que problemas complexos não têm soluções fáceis.

Por fim, o deputado Delmasso anunciou um acordo de cooperação técnica entre as entidades que compõem a Frente, bem como a criação de um observatório legislativo da micro e pequena empresa com todos os projetos em tramitação que possam afetar o setor.
Leave A Reply

DANNTEC ENGENHARIA

Blog do Paulo Roberto Melo

[name=Blog do Paulo Melo] [img=https://2.bp.blogspot.com/-SMQa2r91n1w/WxcuM5dFiAI/AAAAAAAAHbE/-xMkvHecaMMxZr2u27V4lWwHMKY6IgyqgCK4BGAYYCw/s0/BLOG-DO-PAULO-MELO-ELEI%25C3%2587OES-2018.png] [description=Sou formado em Gestão Pública pela UCDB e Gestão Empresarial na UNIPLAN, já cursei Ciência Política na UDF, trancando no 3° período. Também cursei Ciências Contábeis na UPIS.Tenho pos graduação em Gerenciamento de Projetos pela Uniandrade e MBA em Marketing pela FGV..] (facebook=Facebook.com) (twitter=Twitter.com) (instagram=Instagram.com) (bloglovin=Blogvin.com) (pinterest=Pinterest.com) (tumblr=Tumblr.com)