-->



Theme Layout

Theme Translation

Trending Posts Display

Home Layout Display

Posts Title Display





















404

Página não encontrada

Início


Seja na grelha, na churrasqueira a carvão ou na gengiskan, a carne assada no típico churrasquinho é unanimidade no paladar do brasileiro. A preparação do prato sempre vem acompanhada de momentos de alegria e descontração. De tradição forte no Brasil, a receita feita à base de carnes e acompanhantes como feijão tropeiro, vinagrete e mandioca, tem lugar especial no calendário, 24 de abril, Dia do Churrasco. Em tempos de pandemia e aglomerações restritas, as famílias estão optando em preparar a delícia de modo mais intimista, somente com os integrantes da casa. Mas em Brasília, há quem também passe no “tio da esquina” após o trabalho e leve para casa os tradicionais churrasquinhos no palito, montados com arroz, vinagrete, feijão tropeiro e mandioca, na conhecida “jantinha”.

Mas se você quer aproveitar a data e saborear um suculento churrasco em casa, é importante escolher e preparar corretamente cada detalhe dessa iguaria, para deixar a refeição do fim de semana ainda mais agradável. O Fort Atacadista dá algumas dicas no preparo da carne que podem fazer toda a diferença no seu churrasco em família.



Para um churrasco impecável, a dica é escolher peças como fraldinha, costela e a tradicional picanha. “A fraldinha é uma carne magra e muito macia, com pouca concentração de gordura. Já a costela é um clássico. Por conta de suas fibras longas, precisa de um cozimento mais demorado. A picanha é a queridinha do brasileiro, apetitosa, macia e suculenta”, afirma o coordenador nacional de Operações/Açougue do Fort Atacadista, Elton Martins.

 

Outra dica é ficar de olho na conservação da carne. Segundo Elton, ela precisa estar com aspecto de produto fresco, ou seja, no tom vermelho brilhoso, com odor agradável e o ambiente com a limpeza em dia, higienizada e com ausência de insetos. É aconselhável, ainda, fazer o cálculo de 400 ou 500 gramas de carne por pessoa para o churrasco.


 

“Por exemplo, para três pessoas você pode comprar 700 gramas de um corte bovino, 400 gramas de frango, outros 400 de linguiça e ainda 200 gramas de coração de frango. Não tem como errar. Podem achar que é muita carne, mas a desidratação por conta do fogo vai dar a quantidade ideal”, explica Elton Martins.

 

O Açougue Carne Fresca do Fort Atacadista conta com cortes especiais e tradicionais. Para quem gosta de um bom churrasco, a dica são as peças de alcatra com osso, filé duplo e filé americano, cortes que foram inspirados nos Estados Unidos e podem agradar quem busca inovar. Ao todo, são 44 já disponíveis no balcão de carne suína e bovina. Em Brasília, a unidade do Fort com Açougue Carne Fresca fica no Sol Nascente.


Leave A Reply

DANNTEC ENGENHARIA

Blog do Paulo Roberto Melo

[name=Blog do Paulo Melo] [img=https://2.bp.blogspot.com/-SMQa2r91n1w/WxcuM5dFiAI/AAAAAAAAHbE/-xMkvHecaMMxZr2u27V4lWwHMKY6IgyqgCK4BGAYYCw/s0/BLOG-DO-PAULO-MELO-ELEI%25C3%2587OES-2018.png] [description=Sou formado em Gestão Pública pela UCDB e Gestão Empresarial na UNIPLAN, já cursei Ciência Política na UDF, trancando no 3° período. Também cursei Ciências Contábeis na UPIS.Tenho pos graduação em Gerenciamento de Projetos pela Uniandrade e MBA em Marketing pela FGV..] (facebook=Facebook.com) (twitter=Twitter.com) (instagram=Instagram.com) (bloglovin=Blogvin.com) (pinterest=Pinterest.com) (tumblr=Tumblr.com)