-->

Theme Layout

Theme Translation

Trending Posts Display

Home Layout Display

Posts Title Display

404

Página não encontrada

Início

O cenário de pandemia da Covid-19 exigiu dos professores, seja da rede pública ou privada, uma imensa capacidade de adaptação, inclusive em relação às práticas pedagógicas de ensino. Nesse contexto, o modo de lecionar precisou ser revisto, especialmente no caso de disciplinas como a Matemática. 

Para a professora de Matemática do Colégio Marista João Paulo II, Sabrina Crisóstomo Rocha, especialista em Metodologia do Ensino da Matemática e mestranda em Educação Tecnológica e Comunicação, o ensino da disciplina precisou ser ressignificado pelos educadores, que precisaram utilizar com maior intensidade novas estratégias de ensino para tornarem as aprendizagens ainda mais significativas para os estudantes. 

Ela ressalta que, mesmo antes da pandemia, o Colégio já utilizava metodologias ativas e de tecnologia no ensino desse componente curricular, obtendo resultados surpreendentes na aprendizagem dos estudantes que, além de mais autonomia, ganharam maior protagonismo no processo de aprendizagem. 

“O professor atua como facilitador, orientador e mediador para que os jovens investiguem, analisem, pensem criticamente, tomem decisões e atinjam os objetivos estabelecidos a cada atividade, em diferentes contextos. Mas, para que a aprendizagem ocorra efetivamente, o engajamento deles em relação às atividades propostas é essencial”, explica.

De acordo com a professora, durante a pandemia, os educadores também precisaram maximizar o planejamento de atividades com metodologias que engajem, agucem a curiosidade, promovam a participação e a interação dos estudantes. “Nós temos utilizado apresentações de alto impacto, que são dinâmicas e criativas, como murais e mapas mentais interativos, vídeos e atividades nas plataformas digitais maristas”, destaca.

Com o cenário atual demandado pela pandemia, no que se refere às metodologias ativas, os educadores também passaram a priorizar o uso de estratégias didáticas para a solução de problemas, a aprendizagem baseada em projetos, a gamificação, aulas práticas por meio de aplicativos, sala de aula invertida, aula expositiva dialogada, portfólio, fórum, entre tantas outras.

“Aqui no Colégio, no nosso cotidiano no ensino da Matemática, estamos comprometidos com a inovação, a fim de favorecer a formação integral dos estudantes. Para isso, prezamos pela qualidade acadêmica e pela formação de valores, fomentamos a cultura do diálogo, do respeito, da escuta ativa e da tolerância com o objetivo de auxiliar os jovens na construção do próprio projeto de vida”, finaliza.

Leave A Reply

Blog do Paulo Roberto Melo

[name=Blog do Paulo Melo] [img=https://2.bp.blogspot.com/-SMQa2r91n1w/WxcuM5dFiAI/AAAAAAAAHbE/-xMkvHecaMMxZr2u27V4lWwHMKY6IgyqgCK4BGAYYCw/s0/BLOG-DO-PAULO-MELO-ELEI%25C3%2587OES-2018.png] [description=Sou formado em Gestão Pública pela UCDB e Gestão Empresarial na UNIPLAN, já cursei Ciência Política na UDF, trancando no 3° período. Também cursei Ciências Contábeis na UPIS.Tenho pos graduação em Gerenciamento de Projetos pela Uniandrade e MBA em Marketing pela FGV..] (facebook=Facebook.com) (twitter=Twitter.com) (instagram=Instagram.com) (bloglovin=Blogvin.com) (pinterest=Pinterest.com) (tumblr=Tumblr.com)