-->



Theme Layout

Theme Translation

Trending Posts Display

Home Layout Display

Posts Title Display





















404

Página não encontrada

Início


O governador Ronaldo Caiado destaca investimentos em infraestrutura e nas políticas de atração de novas empresas para a continuidade das conquistas alcançadas pelo Estado. A produção industrial em Goiás registrou alta de 4,8% no mês de maio, em comparação com abril. Foi o melhor resultado entre as regiões pesquisadas pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Na mesma comparação, a produção nacional apresentou avanço de 1,4%

Fotos: Bernardo Castro.

O salto no crescimento da indústria coloca Goiás em primeiro lugar no Brasil. O Estado ficou acima de Minas Gerais (4,6%), Ceará (4,4%) e Rio de Janeiro (4,3%), além de ter superado São Paulo (3,9%), Mato Grosso (3,4%) e Espírito Santo (2,1%).

"Avançamos na nossa capacidade produtiva, industrial, empresarial e de resultados para a população", afirma o governador Ronaldo Caiado, que destaca os investimentos em infraestrutura e nas políticas de atração de novas empresas para a continuidade das conquistas alcançadas pelo Estado.

A indústria automobilística se destacou com crescimento de 693% no mesmo período. Foi o terceiro aumento consecutivo após 12 quedas seguidas. O resultado se deve às ações do Governo de Goiás para fortalecimento do setor. Em novembro do ano passado, o governo assinou protocolo de intenções com a Caoa, instalada no município de Anápolis, para expansão das instalações e aumento de produção.

A Caoa projeta investimentos na ordem de R$ 1,5 bilhão, o que garantiria a geração de mais de 2 mil empregos diretos e outros 25 mil indiretos, além da forte contribuição para o crescimento da indústria goiana, que se verifica agora nos números do IBGE.

Indústria consolidada

O secretário de Indústria, Comércio e Serviços, José Vitti, avalia esse resultado e diz que há espaço para registro de mais crescimento. Ele aponta que a indústria de biocombustível aumenta sua produção nesse período do ano, o que ajuda nos indicadores da indústria.

"Goiás tem uma indústria consolidada, tanto a que vem da produção de biocombustíveis, bem como a de mineração, fármacos e automóveis, entre outros itens. Todas ajudam no salto da nossa produção industrial", disse Vitti, que aproveitou para parabenizar o empresariado goiano por mais essa conquista diante de um cenário de crise econômica recorrente provocado pela pandemia.

Destaque também foi a indústria extrativa, que registrou crescimento de 7,6% em maio, comparado com maio de 2020, com incremento da produção de ouro, ferroniobío e ferroníquel. Setores de produção industrial química também apresentaram altas, a exemplo de produtos minerais não-metálicos (19,6%) e outros produtos químicos (11,9%).

O registro da indústria goiana de maio, na comparação com o mesmo mês de 2020, foi negativo (-0,3%), o que se explica porque nesse mesmo período do ano passado parte do setor industrial goiano, especialmente na produção de medicamentos e de alimentos, não paralisou totalmente as atividades em decorrência das medidas sanitárias impostas em razão da pandemia.

Segundo o IBGE, a produção da indústria é calculada pela PIM-PF – Pesquisa Industrial Mensal Produção Física – e reflete as alterações das quantidades de bens e serviços produzidos pela indústria ao longo do tempo.
Leave A Reply

DANNTEC ENGENHARIA

Blog do Paulo Roberto Melo

[name=Blog do Paulo Melo] [img=https://2.bp.blogspot.com/-SMQa2r91n1w/WxcuM5dFiAI/AAAAAAAAHbE/-xMkvHecaMMxZr2u27V4lWwHMKY6IgyqgCK4BGAYYCw/s0/BLOG-DO-PAULO-MELO-ELEI%25C3%2587OES-2018.png] [description=Sou formado em Gestão Pública pela UCDB e Gestão Empresarial na UNIPLAN, já cursei Ciência Política na UDF, trancando no 3° período. Também cursei Ciências Contábeis na UPIS.Tenho pos graduação em Gerenciamento de Projetos pela Uniandrade e MBA em Marketing pela FGV..] (facebook=Facebook.com) (twitter=Twitter.com) (instagram=Instagram.com) (bloglovin=Blogvin.com) (pinterest=Pinterest.com) (tumblr=Tumblr.com)