Theme Layout

Theme Translation

Trending Posts Display

Home Layout Display

Posts Title Display



404

Página não encontrada

Início


Por determinação do governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), após sete anos sem nenhuma nova unidade no DF, Centro de Referência de Assistência Social foi aberto neste sábado (7) para atender 5 mil famílias

Fotos: Joel Rodrigues.

Em mais um reforço à rede de proteção ao cidadão articulada pelo Governo do Distrito Federal (GDF), foi inaugurado neste sábado (7) o Centro de Referência de Assistência Social (Cras) Sol Nascente. A unidade é a primeira de atendimento socioassistencial lançada no DF desde 2014.

Durante a cerimônia de inauguração, o governador Ibaneis Rocha lembrou: "Um governo não se faz só com obras, mas cuidando de gente, dos menos favorecidos, que são os que mais precisam" | Fotos: Renato Alves/Agência Brasília

Acompanhado pela secretária de Desenvolvimento Social, Mayara Noronha Rocha, o governador Ibaneis Rocha participou da abertura do centro, que passa a atender 5 mil famílias da região a partir desta segunda-feira (9).

Localizado no Céu das Artes, na QNR 2, o Cras chega para complementar o serviço de capacitação de jovens Passaporte para o Futuro, programa da Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus).

A instalação de equipamentos públicos no Sol Nascente/Pôr do Sol – como o Cras – é um compromisso feito pelo governador Ibaneis Rocha, em 2019, quando foi oficializada a criação da região administrativa. "Um governo não se faz só com obras, mas cuidando de gente, dos menos favorecidos, que são os que mais precisam", ressaltou o governador.

Referência
"Somos a porta de entrada do governo para a população que vive em situação de vulnerabilidade"Mayara Noronha Rocha, secretária de Desenvolvimento Social

Com cerca de 88 mil habitantes – segundo levantamento da Companhia de Planejamento (Codeplan) de 2019 –, a região do Sol Nascente/Pôr do Sol encaminhava suas demandas socioassistenciais para as unidades do Cras de Ceilândia, o que vinha sobrecarregando o atendimento.

A nova unidade vai ser referência no atendimento assistencial às famílias residentes nas quadras ímpares QNP (P Norte), QNO (16 a 18 e Expansão), QNQ, QNR, CNR e no Trecho 3 do Sol Nascente/Pôr do Sol.

A secretária de Desenvolvimento Social lembra que o Cras serve não só para atender as pessoas por meio dos programas assistenciais, mas também para encaminhá-las a outras pastas, como as de Saúde e Trabalho, ampliando o alcance do atendimento público. "Somos a porta de entrada do governo para a população que vive em situação de vulnerabilidade", enfatizou.

"A função do governo é facilitar o acesso da população aos serviços públicos de qualidade, e essa é a nossa função na junção de esforços"Marcela Passamani, secretária de Justiça e Cidadania

Entre os serviços prestados pelo novo Cras está o Programa de Atenção Integral à Família (Paif). A iniciativa trata o núcleo familiar como um todo, buscando as suas potencialidades e promovendo orientações dentro das vulnerabilidades.

No local, o cidadão também poderá preencher e atualizar seu Cadastro Único, após agendamento prévio pelo telefone 156 ou pelo site da Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes). Além disso, consegue solicitar benefícios, seguindo a mesma lógica de agendamento. "A função do governo é facilitar o acesso da população aos serviços públicos de qualidade, e essa é a nossa função aqui na junção de esforços", afirmou a secretária de Justiça e Cidadania, Marcela Passamani.

Rede
O Cras Sol Nascente vai contar com três agentes sociais, um psicólogo, dois assistentes sociais, três educadores sociais, um técnico administrativo e uma gerente. A equipe é formada por aprovados em concurso público e servidores realocados de outros setores.

Em 2020, o Cras Samambaia Expansão retomou o funcionamento com uma ação conjunta de vários órgãos do governo. O espaço esteve fechado por questões de segurança. A volta do atendimento favoreceu a aproximação com a comunidade.

Com informações da Agência Brasília.
Leave A Reply

DANNTEC ENGENHARIA