Theme Layout

Theme Translation

Trending Posts Display

Home Layout Display

Posts Title Display



404

Página não encontrada

Início
Iniciativa contempla estudantes em situação de vulnerabilidade social, cadastrados no CadÚnico. Inscrição no site da OVG, começa dia 10 e vai até o dia 23 de janeiro. "Hoje o Governo de Goiás tem programas absolutamente técnicos, desenhados para que as oportunidades realmente cheguem a quem mais precisa, de forma justa e transparente", assegura governador Ronaldo Caiado


Os estudantes contemplados vão receber o benefício já no primeiro semestre deste ano Foto: Aline Cabral

O Governo de Goiás, por meio da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), lançou, nesta quarta-feira (05/01), edital de seleção para novos bolsistas do Programa Universitário do Bem (ProBem). Ao todo, 5 mil benefícios serão disponibilizados para estudantes em situação de vulnerabilidade social de todo o Estado.

O edital pode ser acessado no site da OVG (www.ovg.org.br) e as inscrições devem ser realizadas entre os dias 10 e 23 de janeiro. Os estudantes contemplados vão receber o benefício já no primeiro semestre deste ano (2022/1).  

O governador Ronaldo Caiado destacou o aprimoramento no processo de seleção para o ProBem. "Hoje, o Governo de Goiás tem programas absolutamente técnicos, desenhados para que as oportunidades realmente cheguem a quem mais precisa, de forma justa e transparente", pontuou.

Para concorrer à bolsa do ProBem é necessário que o estudante esteja inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) e possua vaga na Instituição de Ensino Superior (IES). Para esse processo seletivo, a inscrição no CadÚnico precisa ter sido realizada até o dia 12 de dezembro de 2021.

Segundo a presidente de honra da OVG e primeira-dama do Estado, Gracinha Caiado, a utilização do cadastro garante que o benefício seja concedido a pessoas que realmente estão em condição de vulnerabilidade. "Com o CadÚnico asseguramos que o processo seletivo seja mais justo e transparente e, assim, temos a certeza de que o benefício é destinado a quem realmente mais precisa. Por meio da educação, o ProBem tem transformado a vida de milhares de jovens estudantes e suas famílias", pontuou.  

Bolsas
Das 5 mil bolsas ofertadas, mil serão integrais e quatro mil parciais. As bolsas parciais correspondem a 50% do valor da mensalidade limitado a R$ 650. Já as integrais correspondem a 100% do valor da mensalidade limitado a R$ 1.500.  As bolsas concedidas aos estudantes que cursam Medicina ou Odontologia têm limites maiores, R$ 2.900 para o benefício parcial e R$ 5.800 para o benefício integral.

De acordo com a diretora-geral da OVG, Adryanna Melo Caiado, esses valores ajudam a consolidar o programa como uma política não só de acesso à educação superior, mas de permanência. "Ao pensar na realidade de cada estudante, tanto no quesito familiar quanto no curso escolhido, o ProBem consegue transformar a bolsa de estudos em um benefício amplo e eficaz".

Ao ser contemplado com a bolsa de estudos do ProBem, o estudante passa a contar com acompanhamento socioassistencial e participa do Banco de Oportunidades, que promove, dentre outras ações, a integração ao mundo do trabalho por meio do encaminhamento para vagas de estágios e cursos de aperfeiçoamento, além da participação em ações sociais.

ProBem
O Programa Universitário do Bem tem o objetivo de ampliar a capacidade de atendimento aos mais vulneráveis, trazendo maior segurança ao processo de seleção, elevando o potencial de redução das desigualdades sociais por meio do acesso ao ensino superior, e promovendo o alinhamento às demandas por mão de obra qualificada no Estado de Goiás.

O ProBem conta, atualmente, com 10 mil beneficiários e está realizando seu segundo processo seletivo, totalmente reformulado a partir de estudos técnicos. Com as mudanças implantadas pela atual gestão, o ProBem garantiu que fossem contemplados estudantes que realmente precisam do benefício. Hoje, a seleção não leva em conta apenas a renda familiar, mas a realidade multidimensional em que a família está inserida.

Dívida Milionária
Em 2019, a atual gestão encontrou uma dívida de mais de R$ 76 milhões referente ao programa do governo anterior. A administração passada deixou de fazer repasses durante oito meses, a 82 faculdades e universidades parceiras do programa.

"Renegociamos uma dívida de R$ 76 milhões deixada pela gestão anterior, da então Bolsa Universitária, e qualificamos as regras para que os jovens tenham todas as condições de concluírem seus estudos", ressaltou o governador.

Desde então, o Governo de Goiás já pagou quase R$ 69 milhões da dívida, assumindo o compromisso de quitar o valor total ainda neste semestre. Além disso, as mensalidades das bolsas ativas sempre foram mantidas em dia junto às instituições de ensino superior credenciadas, como determina a lei.

Serviço

 

Assunto: Governo de Goiás e OVG lançam edital para cinco mil novas bolsas do ProBem
Quando: 10 a 23 de janeiro de 2022
Onde: Inscrições no site da OVG (www.ovg.org.br)
Leave A Reply

DANNTEC ENGENHARIA