Theme Layout

Theme Translation

Trending Posts Display

Home Layout Display

Posts Title Display









404

Página não encontrada

Início


O Fluminense foi a Bolívia atrás de um milagre, com um time quase todo reserva(só 2 titulares), e começou muito bem, pois com 30 segundos fez 1x0 com Matheus Martins



Aos 8 minutos, Cano fez 2x0.

Aos 13 Cano faz 3x0, mas aos 16 minutos Fábio falha e o Oriente Petroleiro desconta.

Aos 17 minutos Arias faz 4x1, e aos 23 minutos, Nonato sofre falta e resolve brigar com o adversário.

O árbitro expulsa ele e o adversário e o jogo só recomeça 7 minutos depois, causando prejuízo ao Fluminense que precisa marcar pelo menos mais 3 gols.

Uma irresponsabilidade absurda de Nonato.

Aos 35 minutos, Caio Paulista faz 5x1 e aos 39 Matheus Martins faz 6x1.

Apesar da paralisação de 7 minutos só no lance da expulsão de Nonato, o árbitro acrescentou apenas 3 minutos no primeiro tempo, prova do quanto Nonato foi irresponsável na expulsão e no tempo subtraído do jogo.

Mas terminou o primeiro tempo com o Fluminense precisando fazer apenas mais um gol, mas cabe muito mais.

O adversário é muito fraco, mas não se acovarda e tenta jogar, apesar das limitações técnicas, fazendo um jogo aberto, independentemente do placar.

Voltamos para o segundo tempo e logo aos 8 minutos, Matheus Martins fez 7x1, e Cano faz 8x1 aos 13.

Aos 15 minutos entra Luiz Henrique no lugar de Matheus Martins, e aos 20 Manoel faz 9x1, entrando também John Kenedy no lugar de Cano.

Aos 23 minutos entra André no lugar de Martinelli, cansado, e aos 30 Bigode faz 10x1.

Aos 34 minutos entra Calegari no lugar de Lucas Claro, e não teve mais nada no jogo.

Pontos positivos:
Os 10 gols marcados, com mérito, em razão da mentalidade ofensiva que o time jogou o tempo todo em busca do gol.
A atuação de Cano, Matheus Martins e Caio Paulista fazendo a ala esquerda.

Pontos negativos:
As falhas de Fábio;
A irresponsabilidade de Nonato;
Conseguir levar um gol desse adversário fraquíssimo;

Resumo da sul americana:
Apesar da goleada histórica(maior placar da copa sul americana), perdemos a classificação porque o Union Santa Fé ganhou do Jr Barranquilla, fora de casa.
Perdemos a classificação quando fizemos apenas 3x0 neste mesmo time quando o enfrentamos no Maracanã;
Perdemos a classificação quando empatamos 2 vezes com o Union Santa Fé, relembrando que no último lance do jogo no Maracanã, Fred perdeu um pênalti que nos daria a vitória e a consequente classificação:

Com essa vitória por 10x1, que fique a lição: só consegue títulos a equipe que jogar SEMPRE para ganhar e fazendo o maior número de gols possível, buscando esse objetivo durante TODA a partida.

Agora, é virar a chave e buscar a vitória contra o descansado Flamengo pelo Brasileirão no próximo domingo às 18 horas.

Bora FLUZÃO!

*Raimundo Ribeiro é apaixonado por futebol e naturalmente tricolor.

Conheça o portal FOCO NACIONAL: foconacional.com.br
Leave A Reply

DANNTEC ENGENHARIA