Centro Obstétrico do Hospital Estadual Centro-Norte Goiano completa um mês de funcionamento

[post_ad]

Já foram realizados mais de 50 procedimentos no centro que é referência para atendimento de alto risco 

O Hospital Estadual do Centro-Norte Goiano (HCN) vem otimizando seu espaço e crescendo cada vez mais. Nesta semana, o Centro Obstétrico da unidade completa um mês com mais de 50 procedimentos realizados até o momento.

Entre os atendimentos realizados estão 7 curetagens, 10 partos normais, 39 cesarianas e 4 salpingectomias, procedimento que consiste na retirada das tubas uterinas. O centro obstétrico do HCN foi inaugurado em maio, juntamente com a maternidade e a UTI neonatal do hospital - que já estavam em funcionamento, atendendo a população de Uruaçu e outros municípios da região.

A enfermeira e coordenadora do Centro Obstétrico do HCN, Larissa Nolasco, ressalta que o atendimento da ala é especializado em casos de alto risco, sendo centro de referência para este tipo de tratamento no norte do estado.  “O Centro Obstétrico do HCN possui uma equipe especializada para atendimento de gestantes e recém-nascidos de alto risco que conta com enfermeiras obstetras e ginecologistas de especialidades médicas. Há também a equipe da neonatologia, que já realiza o atendimento na sala de parto e, em caso de necessidade, tanto a gestante quanto o bebe são transferidos para a UTI, com suporte específico para cada um”, afirma.

 

Estrutura do Espaço

O centro obstétrico do HCN possui 6 salas de PPPs - pré-parto, parto e pós-parto - sendo que duas delas são para as gestantes de alto risco; 1 leito para procedimento de pacientes em fase de abortamento e 3 salas operatórias, com materiais e equipamentos de última geração.

Todos os pacientes encaminhados se encaixam no perfil de alto risco, e são regulados via Central de Regulação do Estado, juntamente com a Secretaria Estadual de Saúde de Goiás (SES-GO). “São atendidas gestantes com alguma complexidade gestacional, necessitando de um atendimento mais específico”, reforça Nolasco.

 O ponto central da inauguração do Centro Obstétrico do HCN é que gestantes da região norte do estado não precisam mais se locomover até a capital ou demais regiões para receber um serviço de qualidade, com materiais e equipamentos de primeira.

Além disso, as expectativas são de expandir ainda mais o número de serviços para garantir um atendimento de qualidade para a população da região. “Nossa expectativa é que a cada dia, o percentual desse atendimento aumente. Nós contamos com uma equipe especializada e qualificada para realizar os procedimentos necessários”, finaliza Larissa Nolasco.

 

 

Assessoria de Comunicação

Ana Luiza Tanno

analuiza@ecco.inf.br

 


Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem