Theme Layout

Theme Translation

Trending Posts Display

Home Layout Display

Posts Title Display





IESB

404

Página não encontrada

Início

A unidade do governo de Goiás atende na Central de Agendamentos Cirúrgicos, em média, 50 pacientes diariamente.

O Hospital Estadual de Formosa (HEF) – Dr. César Saad mais uma vez se destaca nas questões de desenvolvimento e no atendimento eficiente à população. A unidade do governo de Goiás e com gestão do IMED – Instituto de Medicina, Estudos e Desenvolvimento, além de investir no crescimento dos atendimentos ambulatoriais, também realizou 1.348 cirurgias até maio deste ano. 

Dentre os procedimentos cirúrgicos foram 241 partos eletivos, que são agendados. Já os procedimentos e partos de urgência somam 609. Durante esse período, houve uma enorme procura por cirurgias ortopédicas – 498 procedimentos dessa especialidade foram realizados e bem-sucedidos nos cinco primeiros meses deste ano. 

Os atendimentos de segunda-feira são direcionados para cirurgias vasculares, terça-feira ginecologia e ortopedia, quarta-feira cirurgia geral e ortopedia e quinta-feira ginecologia. A sexta-feira é reservada para riscos cirúrgicos e cirurgia geral. 

Rapidez e humanização na saúde pública

O sistema de saúde público do HEF tem capacidade de entregar um atendimento humanizado, com qualidade e de forma rápida. Entre as cirurgias realizadas pela unidade está a histerectomia, que é a operação cirúrgica ginecológica para remoção do útero. Após ter sido diagnosticada com um mioma uterino que se tornou prejudicial, a moradora de Alvorada do Norte, Maíza Rodrigues, de 46 anos, foi uma das pacientes encaminhadas para realizar uma cirurgia eletiva. 

“A minha cirurgia foi realizada um mês após a primeira avaliação no hospital e ser confirmada a necessidade de remoção do útero. Eu tive um atendimento de excelência e a cirurgia foi marcada muito rapidamente. Estou muito feliz com o atendimento que recebi e venho recebendo de toda a equipe médica”, avalia Maíza, paciente do HEF. 

Os agendamentos das consultas ambulatoriais são feitos por meio do Complexo Regulador do Estado de Goiás (CRE). A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) faz o encaminhamento dos pacientes para as vagas ofertadas de cirurgias eletivas. Logo depois, é feita a primeira consulta para a solicitação dos exames pré-operatórios e avaliação do risco cirúrgico.

Com todos os exames realizados, é gerada a Autorização de Internação Hospitalar (AIH), que segue para análise da Secretaria da Saúde (SES-GO) - e que, por sua vez, aprova a realização da cirurgia. 

Central de Agendamentos Cirúrgicos

O HEF possui uma Central de Agendamentos Cirúrgicos ao lado do ambulatório. Segundo Silviane Lopes do Núcleo Interno de Regulação (NIR), o objetivo é melhorar e aumentar a qualidade e rapidez em relação ao atendimento aos pacientes. 

Para Ericka Teodoro, secretária administrativa responsável pela Central de Agendamentos, o trâmite que o paciente percorre até a realização da cirurgia é necessário para garantir a sua segurança. “Para o paciente ter o primeiro atendimento aqui no HEF, ele passa pelo complexo regulador, que é quem orienta as ações de acesso à assistência de saúde. A regulação também é responsável por garantir a oferta adequada de serviços de acordo com a demanda de cada paciente”, explica Ericka.

A unidade hospitalar atende na Central, em média, 40 a 50 pacientes diariamente. Após o paciente ser liberado para a cirurgia, o NIR realiza contato pela Central para agendar o procedimento. E, após 24h do procedimento cirúrgico realizado, se não houver complicações, o paciente recebe alta e pode marcar o retorno na Central de Agendamentos Cirúrgicos. 


Assessoria de Comunicação do Hospital Estadual de Formosa (Texto: Maria Moura e Yasmin Bernardes)
Leave A Reply

DANNTEC ENGENHARIA