Dia Nacional do Biscoito (20/7): alimento ganha a preferência dos brasileiros

Os biscoitos são uma alternativa nutricional, ricos em vitaminas e carboidratos



Em 20 de julho é celebrado o Dia Nacional do Biscoito. Saudável e muito prático, é um alimento que ganha cada vez mais espaço entre os brasileiros e também no exterior.

Segundo dados da Associação Brasileira das Indústrias de Biscoitos, Massas Alimentícias e Pães & Bolos Industrializados (ABIMAPI), em parceria com a Apex-Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos), a categoria alcançou o número de USD 48,9 milhões em exportações, no 1º semestre de 2021.

No total, houve 11,4% de crescimento em valor frente a 2020, representando um aumento em volume de 15,2% no mesmo período, somando pouco mais de 30 mil toneladas de produtos vendidos ao exterior, na comparação com o comercializado em igual período do ano anterior.

Ainda de acordo com a ABIMAPI, durante a pandemia de Covid-19, o consumo de biscoitos e pães registrou crescimento no País. A demanda pelos produtos aumentou mais de 4% em 2021, em comparação ao ano de 2019, chegando a um total de aproximadamente 24 mil toneladas comercializadas.

A entidade sinalizou ainda que o aumento na demanda está relacionado à preferência da população por alimentos mais acessíveis, com maior tempo de validade e praticidade para o consumo.

Norte e Nordeste e a paixão pelo biscoito

Levantamentos da entidade apontam que as regiões Norte e Nordeste são responsáveis pelo maior consumo do de biscoitos do País. Em 2019, o volume chegou a 456,9 mil toneladas. Com mais de 200 tipos fabricados, localmente se destacam os secos salgados, como o cream cracker e água e sal, por exemplo.

O Grupo Ocrim conta em seu portfólio com os biscoitos das marcas Zalppi e Trigolino e atende todas as classes sociais, mais concentrado nas B, C, D, para todos os públicos, do infantil a adultos, negocia anualmente o volume 10 mil toneladas de biscoitos.

A fábrica Ricosa, localizada na cidade de Ananindeua (PA), foi adquirida pelo Grupo, no ano de 2005, com rígidos padrões de qualidade das matérias-primas, resultando em um produto seguro aos consumidores. Hoje, a unidade é especializada em biscoitos, atendendo a demanda de todo o Norte do Brasil.

O Gerente Geral da empresa Gilton Ludgero detalha que hoje, com 480 funcionários, o Grupo Ocrim possui seis linhas de produção de biscoitos produzindo rosquinhas, cream cracker, amanteigados, recheados, wafer, biscoitos graneis, maria e maisena. “Estamos investindo cada vez mais neste mercado e ampliando nossa capacidade instalada de equipamentos para 5 mil toneladas de produção por mês para as marcas Trigolino e Zalppi, para os biscoitos, e Ricosa, Ambra e Amorati para as linhas de massas”, destaca. “Os produtos produzidos pelo Grupo Ocrim são comercializados na região Norte e no estado do Maranhão, no Nordeste”, destaca.

A Gerente de Marketing do Grupo Ocrim Daniele Tomé relata que os biscoitos fazem parte do cardápio do brasileiro, que aprendeu a consumir o alimento com equilíbrio. “A combinação de biscoitos com geleia, requeijão, frutas, leite entre outros alimentos torna o seu consumo ainda melhor e mais saudável. É uma fonte de vitaminas e carboidratos, ‘combustíveis’ para nosso dia a dia”, explica. “Em algumas regiões do Brasil, como no Norte, o biscoito é um grande aliado do pão no café da manhã, por exemplo, ganhando inclusive a preferência do consumidor”, relata.

Ela afirma que celebrar o Dia Nacional do Biscoito, em um País que ainda sofre com vulnerabilidade alimentar é levantar uma questão importante para dar suporte nutricional às pessoas. “Os biscoitos são, sem dúvida alguma, um grande suporte na nutrição da população”, afirma Daniele.

Sobre a Ocrim

Tradição e qualidade são pilares do Grupo Ocrim, indústria de farinha de trigo, produtos para panificação, confeitaria e uso doméstico, além de massas, biscoitos e ração animal. Com 71 anos de história e pioneira na região Norte, detém oito marcas e é uma das principais empresas de moagem de trigo do Brasil. 

Sólida, dinâmica e correta com o meio ambiente, tem moinhos em São Paulo (SP), Belém (PA) e Manaus (AM), uma fábrica de massas e biscoitos em Ananindeua (PA) e uma fábrica de ração em Manaus. A rigorosa cadeia produtiva garante a excelência do portfólio, composto pelas farinhas Mirella, Trigolar, Ambra e Amorati, biscoitos Trigolino e Zalppi, massas Ricosa, Trigolino, Ambra, Amorati e rações Family Plus.

http://www.ocrim.com.br/   

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem