Festival CoMA promete muita música, consciência e arte

Evento ocorre entre os dias 4 e 7 de agosto

E se pudéssemos criar um mundo ideal em um laboratório? O CoMA nasceu de sonhos que acreditam no poder de transformação por meio de ações coletivas. Com ações que duram o ano inteiro, o evento se materializa anualmente em forma de festival e, agora, está de volta após o período crítico de pandemia e vai acontecer dos dias 4 ao dia 7 de agosto, com a realização de conferências e apresentações de nomes relevantes da música brasileira, além de artistas com a carreira em construção. Confira! 

Shows

O CoMA 2022 será composto por cinco palcos, três  deles montados no gramado do Centro Cultural Ibero-americano (antiga Funarte) Palco Norte, Palco Sul e Palco Conexões, e usa também a estrutura do Clube do Choro e do Planetário. 

Desde a sua primeira edição, o CoMA (abreviação de Consciência, Música e Arte) tem um compromisso com a cena local. Não à toa, sua curadoria é pensada para que artistas do Distrito Federal também marquem presença no line-up. 

O show de abertura acontece no dia 5 de agosto, na Tenda Conexões, com muita música eletrônica com DJs residentes de quatro grandes festas da cidade, que são a Criolina, Makossa, Vapor e Play, além da apresentação do Heavy Baile. 

A edição de 2022 escalou para se apresentar no dia 6 de agosto os artistas Anna Moura, Pedro Alex part Bell Lins, Sellva, Lubardino, Puta Romântica, Gaby Amarantos, Menores Atos, Glau Tavares, ÀTTØØXXÁ com participação de Carlinhos Brown, Urias, Don L, Tasha & Tracie, Vitor Ramil, Luísa e os Alquimistas, entre outros.

Já o dia 7, se apresentam Jovem Dionísio, Braza, Flor Furacão, Bolhazul, Orquestra Quadrafônica, Duo Palco-céu, Rico Dalasam, Gal Costa, Samba Urgente part Leci Brandão, ÀVUÀ, Bela Desejo, Martinha do Coco, Lamparina e muito mais. 

Os ingressos estão disponíveis no Sympla (acesse aqui).

Conferências

De acordo com a organização do evento, a conferência dá espaço para os músicos e todos os artistas que fazem parte do processo musical. Este é um lugar para que os profissionais possam trocar experiências sobre produção, financiamento e divulgação de música, além de tratar sobre empreendedorismo. 

É na Conferência CoMA que os negócios são firmados e as novas inteligências apresentadas para o mercado da música, através de conversas, workshops, pitches, e showcases. Nesse ambiente o público pode interagir com players, palestrantes, representantes do mercado, e mais um tanto de gente interessada.

Nesta edição, grandes profissionais foram convidados para que a experiência seja ainda mais rica. Os dez primeiros nomes anunciados vêm do Brasil, Colômbia e Estados Unidos, como: Raína Biriba, produtora do festival AFROPUNK Bahia; Felipe Grajales, diretor do festival colombiano Altavoz; e Karen Allen, autora do livro “Twitch for Musician

Além dos nomes nacionais anunciados hoje, outras novidades internacionais somam à programação-   Trata-se de Ammoye,  musicista de reggae nascida na Jamaica e radicada no Canadá desde a adolescência  — indicada cinco vezes ao Prêmio Juno de Gravação de Reggae do Ano —; da cantora e compositora argentina Viento de Oriente, que lançou, recentemente, o single “Temperamento”; de Piece The Nena, que é um trio ‘eletroperformático’ experimental também da Argentina; e o projeto Killabeatmaker, do artista Hilder Brando, de música étnica e futurista, baseado em Medellín, na Colômbia.

Brasília Independente

O festival CoMA também vai contar com a apresentação dos dez finalistas que vão disputar pela escolha do júri técnico e do voto popular. Os classificados vão se apresentar no festival Coma no dia 5 de agosto, onde os jurados vão escolher as três melhores bandas e uma vai sair vencedora. Veja quem são os dez finalistas:

Alysson Takaki

Anna Moura

Banda Brasiliana

Chama Nóis

Flor Furacão

Kalinka Barroso

Maísa Arantes

Marcelo e Matteo

Rebecca Pacheco

Tom D'3

O Brasília Independente trata-se de uma competição, organizada pela TV Globo em parceria com o g1, que seleciona cantores e bandas independentes da capital do Brasil, que queiram competir com composições próprias.  O resultado do concurso deste ano, tanto do júri técnico quanto do público, será anunciado em 24 de setembro. 

CoMA Consciente 

O CoMA é muito mais do que um festival. São momentos e experiências sensoriais compartilhadas que visam a adoção de boas práticas de valorização e inclusão das pessoas, da cultura e economia local, e de redução e compensação dos impactos do evento. Além disso, os organizadores do evento fazem questão de realizar uma inclusão socioprodutiva com a contratação de PCDs para trabalharem no evento. 

Copos retornáveis, mobiliários produzidos com material reutilizável, coleta seletiva e destinação adequada de lixo eletrônico, programação escrita em libras, áudio e braile e piso para melhor locomoção de cadeirantes, distribuição de fones de ouvido para autistas são algumas das iniciativas adotadas pelo CoMA Consciente, que é um convite para ocuparmos um espaço com soluções criativas e inovadoras, porque inspirar as pessoas vale muito a pena. 


Festival CoMA – Consciência, Música e Arte 2022:


4 e 5 de agosto - Conferência:

Karen Allen - “Twitch for Musicians” (EUA)

Steve Stewart - ex-manager do Stone Temple Pilots (EUA)

Cherie Hu - portal Water & Music (EUA)

Martin Giraldo - estrategista digital

Eduardo Sabbagh - Breve Festival (MG)

Felipe Grajales - Altavoz (COL)

Carol de Amar - Festival Sarará (MG)

Téo Ruiz - Feira Internacional de Música do Sul (FIMS-PR)

Raína Biriba - AFROPUNK (BA)

Carlos Taran - Music Tour (RJ)

Show de abertura, 5 de agosto

Criolina 

Makossa  

Vapor 

Play

Heavy Baile

Line-up 6 de agosto, sábado

Palco Sul

Ana Moura (DF), às 16h35

Pedro Alex + Bel Lins (DF), às 18h05

Urias, às 19h45

Don L, às 21h45 

Glau Tavares, às 23h55


Palco Norte

Maglore, às 15h30 

Ammoye (CAN), às 17h20

Mc Marecha, às 18h50

Gaby Amarantos, às 20h40

ÀTTØØXXÁ part Carlinhos Brown, às 22h40


Planetário

Selva (DF), às 16h40

Lubardino (DF), às 17h10

Viento de Oriente, à 18h40

Puta Romântica, às 20h


Clube do Choro

Kirá part. Asú, às 17h

Akhi Huna, às 18h40

Vitor Ramil, às 20h20 

Chinelo de Couro, às 22h10


Tenda Conexões

Kel e Margaridas, às 16h20

Menores Atos, às 16h45

Ballroom, às 19h35

Tasha e Tracie, às 23h05

Luisa e os Alquimistas, às 00h35


Line-up 7 de agosto, domingo

Palco Sul

Remobília, às 15h30

Puro Suco, às 17h10

Rico Dalasam, às 18h40

Gal Costa, às 20h35

Samba Urgente + Leci Brandão, às 22h50

Palco Norte

Jovem Dionísio, às 16h20

Jean Tassy, às 17h55

Bala Desejo, às 19h40

Lamparina, às 21h50

Planetário

Flor Furacão, às 15h40

Bolhazul, às 17h05

Palco Céu, às 18h35

Paula Torelly e Pina, às 20h05

Clube do Choro

Àvuà, às 16h40

Zé Krishna e Amigos Eternos, às 18h20

Martinha do Coco, às 20h

Orquestra Quadrifônica, às 21h40 

Tenda Conexões

Killabeatmaker (COL), às 15h40

Braza, às 17h05

Ballroom, às 18h40

TRP.P (CAN), às 22h15

Piece the Nenna (ARG), às 23h30 

Serviço:

Festival CoMA – Consciência, Música e Arte 2022

Data: 4, 5, 6 e 7 de agosto 

Abertura dos portões: 15h

Local: Eixo Cultural Ibero-Americano (antiga Funarte) | Setor SDC, Zona Cívico-Administrativa, Brasília, DF

Ingressos: https://www.sympla.com.br/evento/festival-coma-consciencia-musica-e-arte-2022/1422238 

Valores: Meia-entrada | R$40 + taxas

      Inteira | R$80 + taxas


Siga nas redes: 

Instagram: @festivalcoma

TikTok: @festivalcoma

Twitter: @festival_coma

Youtube: https://youtube.com/c/FestivalCoMA

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem