Theme Layout

Theme Translation

Trending Posts Display

Home Layout Display

Posts Title Display





404

Página não encontrada

Início

Além das empresas e da instituição de pesquisa, a tecnologia foi desenvolvida em parceria com a Agropecuária Jacarezinho e será pré-lançada em feira internacional de irrigação em Campinas



Com 50 anos de mercado no segmento de distribuição de materiais elétricos, a Nortel anuncia durante a Feira Internacional da Irrigação Brasil (FIIB), realizada entre os dias 16 e 18 de agosto, em Campinas (SP), uma solução de suplementação luminosa para agricultura extensiva. Considerando todas as etapas de desenvolvimento, incluindo testes, estruturação da área de negócios e implementação do primeiro estoque, estima-se que o projeto deva movimentar investimentos em torno de R$ 10 milhões.

O projeto foi desenvolvido em parceria com a Signify (Philips), Esalq/USP e Agropecuária Jacarezinho para garantir a confiabilidade e perfomance dos equipamentos utilizados, obter evidências científicas que chancelam a solução e validar os resultados da aplicação com o próprio produtor rural. A entrada da marca no universo do agro faz parte dos objetivos do Grupo Sonepar, líder global na distribuição de materiais elétricos, que faturou 26,4 bilhões de euros em 2021.

O pré-lançamento da solução de suplementação por luz marca a entrada da Nortel no agronegócio, um mercado em expansão que até 2030 deverá representar mais de 40% do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro. Foram dois anos de desenvolvimento da tecnologia de suplementação luminosa nos cultivos de milho e soja – as duas maiores culturas extensivas no Brasil – e, em ambos os casos, os resultados apurados ficaram entre 25% a 35% de ganho de produção.

Além desse incremento, o agricultor poderá reduzir o uso de outros insumos por unidade de produção, contribuindo para uma agricultura mais sustentável assim como para o meio ambiente, uma vez que a mesma área utilizada para o plantio será melhor aproveitada, evitando a necessidade de ampliar a extensão de terra plantada.

O início da criação da tecnologia de suplementação por luz

Segundo informações do CEO da Nortel Marcos Rocha, há três anos, a companhia identificou a oportunidade de usar a sua expertise no mercado de materiais elétricos, automação e iluminação para investir no setor do agronegócio. Rocha comenta que, com o setor, as conversas iniciais foram com startups de inovação, clientes potenciais e fabricantes internacionais que já possuem experiência com suplementação luminosa, porém em aplicações indoor.

“Chegamos ao consenso de que seria interessante essa aplicação na cultura extensiva. Pensamos em criar um "segundo andar" das propriedades rurais no país. Ao trazer essa questão aos nossos parceiros, a Signify (Philips) demonstrou interesse em avançar no desenvolvimento. Para iniciarmos os estudos, também buscamos parceiros científicos”, explica.

Desta forma, o projeto ganhou força com um dos principais nomes envolvidos na aplicação de luz para suplementação de plantas no Brasil, a pesquisadora Simone Mello, da Esalq/USP.

“A pesquisadora, juntamente com a FEALQ (Fundação de Estudos Agrários Luiz de Queiroz), demonstrou interesse em participar do desenvolvimento e iniciamos o projeto, unindo nosso grande expertise em projetos complexos de iluminação com um dos mais renomados centros de pesquisa agrícola, além de uma das maiores autoridades mundiais em produção de luminárias para uso geral ou cientifico, a Signify (Philips)”, completa Ednei Kupper, Diretor-Comercial da Nortel e líder da nova unidade de negócios da companhia.

O diretor reforça que a Signify (Philips), há anos, possui estudos no seu Centro de Desenvolvimento e Inovação na Holanda para aplicação em diferentes culturas do agronegócio, inclusive voltados ao bem-estar animal. A Signify e a Sonepar são parceiros globais, sendo o grupo o maior distribuidor da marca. Além de ser um grande parceiro mundial da Sonepar, o grupo também é o maior comprador de lâmpadas e luminárias do mundo e o principal cliente da Philips nessa categoria em escala global.

No projeto da iluminação artificial, que será instalada em pivôs de irrigação, as luminárias da Philips contam com potência de 590 a 630W, tensão de 277-400V, vida útil de 36 mil horas e fluxo de fótons de até 2650 μmol. Entre os diferenciais da solução da Nortel está o projeto robusto, resistente a intempéries, com componentes especiais  para suportar a alta temperatura, ao tempo e a oscilações de eletricidade.

Tecnologia comprovada nas culturas de milho e soja

Os experimentos com a tecnologia de suplementação por luz instalada em pivô de irrigação foram feitos na Fazenda Bonança, de propriedade da Marfrig, no interior de São Paulo, e com resultados efetivos já confirmados para os cultivos de milho e soja. Pelos experimentos científicos aplicados, qualquer plantio extensivo irrigado de grãos está sujeito aos benefícios da tecnologia.

Além dos cientistas e profissionais das instituições, os resultados foram acompanhados pelo produtor rural que coparticipou da solução. As análises foram validadas não apenas pelo viés do ganho quantitativo, mas também mantendo os aspectos qualitativos da planta, como os nutrientes.

A tecnologia desenvolvida parte do princípio de que o produtor tenha o pivô para irrigação. Para as áreas que já possuem o pivô é necessária uma adequação na infraestrutura elétrica. “A adaptação do pivô é parte da solução integrada que a Nortel disponibiliza ao mercado. Com o amplo know-how consolidado ao longo dos 50 anos de atuação no setor elétrico, a marca possui total condição de prestar qualquer serviço e adaptação necessária para que isso ocorra”, esclarece Kupper.

Como implantar a tecnologia?

Na oferta da solução, a Nortel irá disponibilizar assessoria para o acompanhamento da plantação durante o tempo de crescimento da planta até a colheita como forma de apoiar o produtor no momento correto de aplicação da iluminação até a fase da suspensão para garantir o maior ganho produtivo na região onde a tecnologia será aplicada.

Além disso, é preciso que o produtor siga um padrão indicado pelos especialistas, como o uso da semente e manejo do solo corretos, aplicação de defensivos e cuidados na irrigação para o resultado esperado.

A solução completa tem baixo custo de manutenção, pois as luminárias têm mais de 36 mil horas de vida util, o que daria, aproximadamente, 10 anos de durabilidade de uso – considerando o tempo que a luz precisa ficar ligada para a suplementação estudada.

A solução não se limita a luz, mas inclui o composto elétrico completo, como um painel dedicado para o uso, inclusive com protetor de surto que mitiga problemas de variação de tensão.

Os visitantes da Feira Internacional da Irrigação Brasil (FIIB), que ocorre no Royal Palm Hall, em Campinas,podem conhecer em primeira mão a nova tecnologia da Nortel.

Sobre a Nortel

A Nortel é uma das principais distribuidoras de materiais elétricos e automação do Brasil com 50 anos de experiência no mercado. Pioneira no segmento de Manutenção, Reparo e Operações (MRO), é líder no segmento industrial.  A Nortel entende as necessidades do cliente, aumentando a disponibilidade do produto com entrega rápida e reduzindo custos operacionais, além de investir cada vez mais em sua transformação digital. Conta com um vasto portfólio de produtos e oferece diversos outros serviços e soluções como treinamentos, entregas técnicas, projetos de iluminação e soluções específicas de Supply Chain.

SERVIÇO:

Feira Internacional da Irrigação Brasil (FIIB)
Data: 16 a 18 de agosto de 2022
Horário: 9h às 17h
Local: Royal Palm Hall, Campinas (SP)
Mais informações: https://feiradeirrigacao.com.br

Leave A Reply

DANNTEC ENGENHARIA