Goiás terá 200 estudantes nos Jogos Escolares Brasileiros na categoria infanto

Campeões da etapa estadual dos jogos estudantis, realizada pelo Governo de Goiás, já se preparam para a disputa nacional e devem passar por preparação antes da viagem ao Rio de Janeiro


Foto: Pedro Oliveira.

Um total de 200 estudantes das redes públicas e privada de ensino estão em preparação para representar o estado nacionalmente nos Jogos Escolares Brasileiros (JEB’s), entre os dias 29 de outubro e 5 de novembro, no Rio de Janeiro. Eles são os campeões da categoria infanto da etapa estadual dos Jogos Estudantis do Estado de Goiás, realizada pelo Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), no início do mês de outubro.

Entre os classificados para a competição nacional está a estudante Gisele Albuquerque da Silva, do 7° ano, do Colégio Estadual Pedro Neca, em Aparecida de Goiânia. Gisele participou dos jogos estudantis na categoria atletismo e representou Goiás no Campeonato Brasileiro Sub-16, na cidade de Timbó, em Santa Catarina. Nos jogos ela foi campeã nas provas de 150 metros com obstáculos e de Salto em Altura.

Nesse momento, Gisele se prepara para os JEB’s. A atleta começou a treinar com o técnico João Paulo Rosa, em 2020, através do projeto social e desportivo Equipe Chinelinho. Desde então, de acordo com a estudante, sua atração pela modalidade individual só aumentou.

Esta é a sua primeira competição nos JEB’s e, segundo ela, está ansiosa para jogar no campeonato brasileiro, “Minha expectativa é trazer a medalha para o Estado, representar o Brasil no sul-americano e, quem sabe, ajudar nas finanças de casa. O coração está a mil e para ganhar vou ter que pegar firme na próxima semana, tanto nos treinos, como na alimentação”, fala a estudante.

Já o aluno-atleta João Pedro, do Colégio Estadual da Polícia Militar de Goiás (CEPMG) Costa e Silva, localizado em Mozarlândia, venceu os jogos estudantis pela modalidade coletiva basquetebol. Ele e a equipe ficaram em quarto lugar no JEB’s do ano passado, mas, segundo João Pedro, esse ano seu time está mais empenhado para ganhar, “Esse ano de 2022 nós vamos conseguir a vitória para representar o Estado inteiro”, afirma o aluno.

Preparação e treinamento
De acordo com o treinador João Paulo Rosa, que irá acompanhar Gisele Albuquerque no Rio de Janeiro, o esporte ajuda a manter os alunos nas unidades escolares, tornando-se um atrativo. “A participação em campeonatos estudantis promove uma abertura na mente para novas realidades e experiências”, explica o técnico de atletismo.

João Paulo treina os estudantes-atletas por meio da Equipe Chinelinho, de quarta à domingo. Segundo ele, os treinos são divididos em três partes: a parte técnica, na qual eles aprendem movimentos que melhoram a coordenação motora; a parte específica, onde eles realizam ações referentes às provas que disputam; e, por último, o treinamento de força, onde os alunos fazem musculação para ganhar resistência.

Na equipe de basquetebol masculino do CEPMG Costa e Silva, o técnico esportivo é o voluntário Francisco Morais de Brito, conhecido como Chicão. Conforme ele explica, os meninos estão treinando cinco dias na semana, durante uma hora e meia, na própria unidade escolar de Mozarlândia.

Francisco é treinador de basquetebol desde 2014 e, para ele, não basta que o jovem seja apenas um bom atleta, ele deve ser também um bom estudante. “A equipe chegou nessa colocação com muita disciplina e dedicação, então para mim isso já é muito gratificante”, conta Francisco que, assim como seus alunos, está bastante empolgado para a disputa no Rio de Janeiro.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem