Republicanos, presidido por Wanderley Tavares, foi o grande vencedor dessas eleições no DF

O xadrez político de Brasília é um jogo difícil, requer muita estratégia e habilidade, principalmente na hora de alavancar candidaturas majoritárias. Esse desafio foi enfrentado com muita inteligência, estratégia e articulação pelo presidente do Republicanos, no Distrito Federal, Wanderley Tavares, ao bancar a candidatura de Damares Alves ao Senado. Ela foi eleita com 44,98%, tornando-se a terceira senadora mais votada da história do DF

Foto: Pedro Santos.

Considerado no meio político como um homem discreto, inteligente e articulado, Tavares moveu "montanhas" para bancar a candidatura da ex-ministra, enfrentou caciques da política local e desenvolveu estratégia  vitoriosa que elegeu, além da senadora, três deputados federais e um distrital.

Antes mesmo da ex-ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, ser anunciada pela primeira vez como a candidata do Republicanos ao Senado, em abril, Tavares enfrentou uma dura batalha com caciques da política local, como José Roberto Arruda, e nacional.

Há quatro anos, Arruda fazia movimentos para lançar sua esposa, Flávia Arruda, ao Senado. Coube a Tavares defender Damares perante o clero político, atestando que a ex-ministra da Mulher Família e Direitos Humanos era a melhor opção, pela experiência de mais de 20 anos como assessora no Congresso Nacional, no ministério e por ser uma grande representante do conservadorismo e do bolsonarismo no DF.

As discussões chegaram à esfera nacional, por causa da forte ligação de Damares com o presidente Bolsonaro, de quem é fiel escudeira, e da forte amizade com a primeira-dama Michelle Bolsonaro. Depois de muita articulação, Wanderley conseguiu anunciar a aliança, tendo Ibaneis como candidato à reeleição para o governo do DF, Celina Leão, como vice-governadora e Damares candidata ao Senado.

O anúncio foi bastante prestigiado com a presença dos presidentes nacionais do Republicanos, Marcos Pereira, e do Partido Progressistas, Ciro Nogueira.  Mas, uma semana depois, após uma articulação política partidária do PL, Bolsonaro se viu pressionado e obrigado a retirar a candidatura da Damares. Sem resistência e mostrando muita fidelidade, Damares atendeu imediatamente o pedido do presidente da República. A partir daí, começou uma verdadeira via crucis para Tavares conseguir colocar DAMARES na disputa novamente. Depois de muita insistência, ele conseguiu a liberação do presidente Bolsonaro.

Além do sucesso na eleição majoritária, as estratégias e a articulação do comandante do Republicanos local contribuíram para a eleição de três deputados federais: Fred Linhares, Júlio César Ribeiro e Gilvan Máximo e um distrital Martins Machado. O partido Republicanos cresceu nessas eleições e, com a expressiva representação na Câmara dos Deputados, terá protagonismo na bancada do DF. O lançamento da candidatura de Fred Linhares, apresentador de TV, à Câmara dos Deputados foi desenhado por Wanderley Tavares, após o sucesso de iniciativas semelhantes em outras capitais.

Diante desse quadro, o presidente Bolsonaro e o governador Ibaneis Rocha terão fortes aliados no Congresso Nacional que contribuirão com as pautas do governo federal e destinarão recursos para obras e projetos em áreas essenciais como saúde, segurança, educação e transporte no Distrito Federal.

Paulo Melo

"Não viva para que a sua presença seja notada, mas para que a sua falta seja sentida." (Bob Marley)

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem