Dia Internacional das Pessoas com Deficiência é celebrado em 03 de dezembro

Promover os direitos humanos, conscientizar a população sobre assuntos relacionados às pessoas com deficiência, celebrar as conquistas e pensar na inclusão delas na sociedade. Esses são alguns dos objetivos do Dia Internacional das Pessoas com Deficiência, data criada no dia 3 de dezembro do ano de 1992 através da Assembleia Geral das Nações Unidas. O Instituto Ester Assumpção, organização não governamental e sem fins lucrativos, reforça a importância do marco criado no calendário para promover a importância da promoção da inclusão.  

Baseada na cidade mineira de Betim, mas com atuação nacional, o Instituto Ester Assumpção atua em prol da inclusão na educação e no mercado de trabalho, que são pilares importantes para que os indivíduos com deficiência possam ter o sentimento de pertencimento à sociedade. Nas escolas, a entidade implementou o projeto Paideia - Programa de Assessoria e Intervenção voltado para o Desenvolvimento Educacional Inclusão e Acessibilidade, selecionado pelo Criança Esperança, que contempla mais de 10 instituições de ensino da Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Para fomentar a inclusão da pessoa com deficiência no mercado de trabalho, o Instituto Ester Assumpção atua em duas frentes. A entidade oferece treinamentos e capacitações para que as organizações possam se preparar para receber os profissionais com algum tipo de limitação, com consultorias que vão desde a abordagens relacionadas à cultura organizacional, até adaptações no espaço físico de trabalho. Além disso, oferece gratuitamente ao mercado a Rede Ester, plataforma on-line e 100% inclusiva que tem como função ser o elo entre oportunidades e candidatos, a qual recebe cadastro de currículos e divulga diversas vagas.

De acordo com Cíntia Santos, psicóloga e coordenadora de projetos do Instituto Ester Assumpção, o Dia Internacional das Pessoas com Deficiência reforça a importância de se pensar em tornar o ambienta escolar mais inclusivo. "Um dos pilares do Paideia é o de oferecer capacitação em educação inclusiva aos profissionais das escolas, principalmente professores e gestores, além da capacitação na metodologia e treinamento de pais. Desta maneira, o projeto, que é baseado na Lei Brasileira de Inclusão, tem feito um trabalho assertivo para assessorar escolas públicas da Região Metropolitana de Belo Horizonte com práticas pedagógicas, intervenções sobre educação inclusiva e outros pontos importantes para a promoção da inclusão", comenta.

Segundo a psicóloga, além da educação, a inclusão das pessoas com deficiência no mercado de trabalho é, também, uma prioridade para a entidade. Para ajudar os profissionais que estão em busca de oportunidades de atuação laboral, o Instituto Ester Assumpção oferece, através da plataforma Rede Ester, 100% acessível e on-line, diversas vagas de trabalho. "Com a nossa plataforma, vagas são facilmente divulgadas e as pessoas podem concorrer às oportunidades. Ao mesmo tempo, os responsáveis pelas contratações podem avaliar os perfis e buscarem os profissionais que precisam", completa Cíntia Santos.

Case de sucesso

O advogado Sávio Ribeiro, de 26 anos de idade, com deficiência visual, é um bom exemplo de como a atuação do Instituto Ester Assumpção pode ajudar a sociedade a ser mais inclusiva.  A sua entrada no mercado de trabalho se deu com o apoio da entidade na transição do ensino médio para o ensino superior. "Eu tenho cegueira total atualmente, mas nasci com visão normal. Com 10 anos de idade, perdi a visão do olho esquerdo jogando futebol em decorrência de uma bolada no rosto, o que acabou desencadeando o quadro de glaucoma no lado direito, que fez que eu perdesse totalmente a capacidade de enxergar. Mas eu segui em frente e em 2014 comecei a cursar Direito na PUC Minas. No mesmo ano, recebi um convite do SENAI Betim para participar da Olimpíada do Conhecimento na modalidade da Tecnologia da Informação para competidores cegos. Fiquei até janeiro de 2015 e em março fui trabalhar na PUC Minas como professor do curso de Informática Básica MVDA", lembra.

Já a mudança para área jurídica veio a seguir. "Em 2016, eu participei de um processo seletivo para estágio de Direito, a partir do 5º período no TJMG de Betim. Em dezembro, tomei posse na vaga tendo passado em 1º lugar nas vagas para pessoas com deficiência e 7º na classificação geral, onde fiquei até junho de 2019 atuando como conciliador. No primeiro semestre de 2019, tirei a carteira da OAB, mas sem perspectiva de emprego, pois não tinha em mente a pretensão de montar um escritório de advocacia. Assim, em outubro do mesmo ano surgiu uma oportunidade de um processo seletivo para advogado, com uma vaga exclusiva para pessoa com deficiência, na Companhia de Habitação do Estado de Minas Gerais (Cohab) e tive a alegria de ser escolhido para atuar no jurídico. Hoje sou um dos 11 advogados da companhia", comemora.

Sobre a inclusão no mercado de trabalho, ele diz que o Insitituto Ester Assumpção tem um papel fundamental. "São poucas e raras as empresas que se enquadram a estarem obrigadas a cumprir a legislação de cotas e que contratam o número, também, excedentes. Temos muito a vencer, já que muitas empresas, apesar de estarem cumprindo a lei, buscam meios fraudulentos. Conheci o Instituto há uns 10 anos, através de um curso de capacitação oferecido pela PUC em parceria com eles. Inclusive, ao final do curso de auxiliar administrativo que fiz, eu passei uns 2 meses frequentando as dependências do Instituto, já que fiz estágio prático com eles no setor de atualização de cadastro. Foi muito bom para minha formação", conclui.

Instituto Ester Assumpção

Fundado no ano de 1987, o Instituto Ester Assumpção é uma organização da sociedade civil sem fins lucrativos criada por Ester Assumpção, educadora nacionalmente conhecida pelo caráter pioneiro e inovador no campo da educação. A instituição atua no campo da inclusão da pessoa com deficiência e tem como foco contribuir para a construção de uma sociedade mais inclusiva, onde a diversidade seja aceita e respeitada na sua integralidade. As principais frentes de atuação são a qualificação e inserção de pessoas com deficiência no mercado de trabalho e a consultoria para que as organizações se adequem e cumpram o papel social de promover a inclusão.

Site: https://www.ester.org.br

Instagram: https://www.instagram.com/institutoesterassumpcao/

Facebook: https://www.facebook.com/institutoesterassumpcao/


Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Canaã Telecom