Férias no Santuário do Caraça é opção de descanso e diversão para toda a família


O fim de ano chegou e com ele, as férias escolares. E para quem quer aproveitar ao máximo o tempo de descanso, o Santuário do Caraça (Estrada do Caraça, Km 9 - Entre os municípios de Catas Altas e Santa Bárbara) é uma excelente opção para toda a família. O destino turístico traz uma mescla de imersão na natureza ao contexto histórico, que encanta quem visita o local. Os mais de 12 mil hectares de Mata Atlântica, Campos Rupestres e Cerrado, que compõem a Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN) oferecem diversos atrativos naturais, históricos, além de um contato único com a espiritualidade.

De acordo com Douglas Henrique, Coordenador Ambiental do Caraça, o Santuário é o destino certo para os que procuram descanso por causa da agitação dos centros urbanos e entretenimento é o que não falta. "O local disponibiliza várias opções de passeios para os amantes do turismo ecológico, com muitas trilhas, das mais curtas às mais longas, tendo como recompensa vistas maravilhosas de encher os olhos. Cada um com o seu nível de dificuldade, mas todos que valem muito a pena conhecer e que merecem um registro fotográfico", indica.

Segundo o Coordenador Ambiental do Caraça, existem opções para todos os gostos. Para aqueles que querem se aventurar em trilhas mais longas, existem as opções da Cascatona e a Bocaina, todas com cerca de 10 km entre ida e volta. "Nem todo mundo se dispõe a fazer longas caminhadas, por isso, para os que buscam o lazer, como quem chega aqui com as crianças, a cerca de 2 km do Santuário está uma das belezas naturais mais visitadas pelos turistas, a Cascatinha, uma dentre os 40 atrativos naturais, com queda d'água e piscinas naturais. Na mesma trilha, na metade do caminho, a Prainha é a opção ideal para crianças, a cerca de 10 minutos de caminhada, possui águas calmas e rasas e um banco de areia que parece praia. Outra trilha curtinha e que vale muito a pena é a que leva até o Banho do Imperador. O bosque, ladeado pelo Ribeirão Caraça, é cheio de encantos e lembra em sua história que, durante sua visita ao Santuário, Dom Pedro II se banhou no local", comenta.

História

Além das belezas naturais, o centro histórico do Caraça também é um roteiro à parte. Repleto de cultura e antiguidades históricas, o local tem diversos atrativos. "O turista poderá se encantar com a igreja de Nossa Senhora Mãe dos Homens, que tem celebrações diárias de missas, e onde se vê o primeiro órgão de tubos fabricado no Brasil, uma extraordinária Santa Ceia, pintada pelo Mestre Ataíde, e belíssimos vitrais franceses, dos quais o maior foi presente do próprio Dom Pedro II. Dentro das ruínas do colégio, que foi tomado pelo fogo em 1968, ficam o museu, no térreo, a biblioteca, no segundo andar, e, no terceiro, o auditório para conferências. Outro ponto de visitação são as catacumbas, onde estão sepultados Padres e Irmãos que atuaram no Santuário, desde 1774", salienta Douglas Henrique.

Gastronomia saborosa

Para Douglas Henrique, a gastronomia do Caraça é mais um atrativo. "Falamos de algo tradicional por aqui, já que a cozinha produz delícias que conseguem conquistam o paladar de todos. A legítima comida mineira, pães, bolos e biscoitos, doces, geleias, compotas e, claro, o queijo minas artesanal são as delícias mais procuradas no Santuário. Vale a pena conhecer e saborear", convida.

Hora do Lobo

Ao cair da noite, é chegada a Hora do Lobo. "Os hóspedes se sentam à frente da igreja, no adro, e aguardam aparição do visitante mais ilustre do Santuário, o Lobo-Guará. O animal, que aparece cada dia para encantar os visitantes, é o símbolo da bela harmonia entre o local e a natureza. Com toda a certeza, as crianças vão adorar ver ele de perto e ouvir um pouco mais sobre sua biologia, histórias e curiosidades deste magnifico animal", sugere o Coordenador Ambiental do Caraça.

Para se refrescar

Cascatinha

A Cascatinha é formada por quatro quedas d'água e quatro piscinas naturais, das quais duas são permitidas para banho. Localiza-se a 2 km do Santuário, por uma trilha de fácil acesso. Medindo 40m, suas águas puras nascem acima das quedas, de onde vêm saltando pela encosta e pelas pedras. De acordo com Douglas Henrique, a Cascatinha é um dos locais procurados. "Isso se deve pela curta distância, pela facilidade de acesso e, claro, pela beleza de sua paisagem e pela atração de suas águas. Mesmo nos dias mais frios, turistas e visitantes não conseguem resistir aos encantos da Cascatinha e neste calor que estamos passando, se torna uma excelente pedida", conclui.

Cascatona

Para quem animar andar um pouco mais, há a opção da Cascatona. Uma trilha de 6 km por uma área de Mata Atlântica leva o visitante até o local. É consideravelmente fechada pelas árvores e com caminhos nem sempre muito fáceis de serem percorridos, especialmente no tempo das chuvas. A trilha várias vezes se fecha e, nas partes mais acidentadas e íngremes, exige um esforço maior. Chegando até à Cascatona, o visitante pode ir até o Oratório, de onde se tem bela vista panorâmica, e também pode descer até os poços da cachoeira, para um banho ou um mergulho em suas águas geladas. Esse é o caminho por onde os alunos e padres chegavam ao Caraça, e foi por onde Dom Pedro I e Dom Pedro II passaram e se encantaram.

Bocaína

A Bocaína encontra-se entre o Pico do Inficionado e a Caraça. É um grande desfiladeiro, neste contraforte da Serra do Espinhaço. É a Bocaina que propriamente nomeou o Caraça como tal. Sua trilha, que atravessa um rio, tem uma extensão de 5 km e, além da beleza das montanhas e dos campos por onde se passa, oferece uma série de quedas d'água, piscinas naturais e córregos para o descanso e o lazer. No tempo da seca, a caminhada pode ser feita com certa facilidade, apesar da distância. Já no tempo das chuvas, fica um pouco prejudicada, além de às vezes não ser possível atravessar o rio.

Tanque Grande

A trilha até o Tanque Grande não chega a 2 km e quando se chega lá é possível observar o lago artificial margeado por vegetação, construído para gerar energia elétrica, com cerca 400 metros de comprimento por 100 metros de largura, mas apenas para desfrutar do visual, pois não é permitido nadar no local.

Taboões

Os Taboões estão a 3 km do Centro Histórico do Caraça. Pode-se ir de carro até certa altura da estrada asfaltada. A trilha tem uma bifurcação e ambos os caminhos levam ao local. O da direita leva a uma grande piscina natural. O da esquerda leva a corredeiras formadas por entre o leito rochoso do Ribeirão Caraça. Oferecem oportunidade de descanso e lazer, possibilidade de nadar e se banhar. Inclusive, uma pequena duna de areia fina ajuda a formar pequena praia em uma de suas margens.

Banho do Belchior

O Banho do Belchior é uma corredeira de água, isto é, nem uma cachoeira nem um rio manso. A água cai como que cortando as rochas e fazendo várias piscinas naturais. Situa-se a 2 km do Centro Histórico. O caminho é de fácil acesso, plano e sem desníveis.

Piscina

A Piscina do Caraça está num pequeno descampado, localizado a menos de 2 km do Centro Histórico. É rústica, sem ladrilhos, e com água corrente. Um local muito apropriado para o descanso, o lazer e a confraternização. Vai-se até lá pela estrada asfaltada, e é um dos poucos lugares do Caraça aonde se pode ir de carro.

Prainha

A Prainha é, como o próprio nome já diz, uma prainha, em que o Ribeirão Caraça passa tranquilamente, com suas margens embelezadas por finíssima areia. Caminho de fácil acesso, recomendado para todas as estações. Muito apropriado para crianças, desde que acompanhadas por seus responsáveis, pois as águas são muito rasas e tranquilas, além de ser muito próximo do Centro Histórico, não chegando a 1 km.

Banho do Imperador

O Banho do Imperador era o local, onde, no tempo do Colégio, os meninos tomavam seu banho semanal. Quando da visita de Sua Majestade Dom Pedro II, o próprio Imperador, segundo o relato que fez em seu diário, ali tomou banho, deixando sua imperial assinatura no nome que até hoje este bosque cheio de encantos, cortado pelo Ribeirão Caraça, carrega.

Santuário do Caraça

Local: Estrada do Caraça, Km 9 - Entre os municípios de Catas Altas e Santa Bárbara - CEP 35960-000

Fácil acesso pelas rodovias BR 381 e MG 436, além do da possibilidade de ir

por trem (Estação Dois Irmãos - Barão de Cocais)

Taxa entrada:

R$ 20 (em dias de semana)

Finais de semana, feriados e datas comemorativas:

R$30 (por pessoa)

Idosos: 50% de desconto

Moradores de Barão de Cocais, Catas Altas e Santa Bárbara

R$10 por pessoa (qualquer dia)

Entrada gratuita na 1ª quarta-feira de cada mês (mediante agendamento)

Site com opções de hospedagens: www.santuariodocaraca.com.br  

Reservas: centraldereservas@santuariodocaraca.com.br  

Instagram: @santuariodocaraca

Facebook: www.facebook.com/santuariocaraca/  



Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Canaã Telecom