Placido Cunha mostra eficiência e competência ao apresentar projeto de atualização do Regimento Interno da Câmara de Valparaíso

 Placido Cunha entrega o mandato de presidente no fim de dezembro de 2022 com inúmeros avanços implementados na Câmara de Valparaíso de Goiás, como a TV Câmara, Câmara Virtual, Gerenciador Eletrônico de Documentos, projetos de acessibilidade, inédita nota 100 no quesito Transparência, no entanto, as melhorias não param por aí



Foto: Cleben Lopes.​

Nesta quarta-feira, 14 de dezembro, o Projeto de Resolução que trata sobre a atualização e modernização do Regimento Interno da Câmara Municipal de Valparaíso de Goiás, apresentado pela Mesa Diretora sob o comando do presidente Placido Cunha foi aprovado pelos parlamentares.

O documento passou por uma revisão completa. Entre as principais mudanças, além da atualização de termos e métodos antigos de trabalho, considerando a tramitação eletrônica dos processos legislativos e administrativos, destaca-se a mudança de gestão de anuênio para biênio a partir de 2025, o que deve ofertar mais autonomia de gestão.

Além disso, a tramitação de Projetos de Lei passam de três para duas votações; a eleição para a renovação da Mesa Diretora será realizada para o primeiro biênio de mandato, em 1º de janeiro do primeiro ano da legislatura e, para o segundo biênio da legislatura, na primeira Sessão Ordinária do mês de dezembro do segundo ano do primeiro biênio.

O Regimento Interno é de extrema importância para a manutenção do Poder Legislativo Municipal. De forma geral, é ele que com a Lei Orgânica Municipal, faz toda a organização das normas legais, garantindo que os trabalhos sejam conduzidos da melhor forma para a manutenção das estruturas municipais.

Ele é um conjunto de normas e procedimentos que regem a Câmara Municipal, facilitando e organizando os trabalhos dentro do Poder Legislativo. O próximo passo, segundo Placido Cunha, será a modernização do código de ética e da Lei Orgânica.

O Regimento Interno é de extrema importância para a manutenção do Poder Legislativo Municipal. De forma geral, é ele que com a Lei Orgânica Municipal, faz toda a organização das normas legais, garantindo que os trabalhos sejam conduzidos da melhor forma para a manutenção das estruturas municipais.

O Regimento Interno (RI) de uma Câmara Municipal garante que a operacionalização dos trabalhos legislativos, no que se refere às relações parlamentares e partidárias, seja efetiva.

Além disso, dita quais são os direitos e deveres dos parlamentares e partidos que compõem o Poder Legislativo Municipal.

Cabe também ao Regimento Interno registrar as funções legislativas e administrativas, seguindo os princípios definidos pela Constituição.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Canaã Telecom