Benoit Paquereau lança Documentário na Biblioteca Nacional de Brasília

Mestre francês compartilha suas experiências e conhecimentos, revelando como sua trajetória o levou a descobrir um tesouro gastronômico, o queijo coalho, ao chegar em Pernambuco


Benoit Paquereau apresenta documentário sobre o queijo coalho - Foto- Divulgação

Na quarta-feira (9/8), das 19h às 21h, no auditório da Biblioteca Nacional de Brasília (BNB), o Instituto Fazer o Bem realizará o lançamento do documentário "O Francês e o Coalho" de Benoit Paquereau. O renomado mestre queijeiro francês baterá um papo com a plateia logo após a exibição do curta-metragem(20 minutos). A iniciativa conta com o apoio da Biblioteca Nacional de Brasília (BNB), da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do DF. Gratuito e livre para todos os públicos.

O doc traz segredos, histórias e curiosidades do queijo coalho pernambucano. Benoit Paquereau compartilha suas experiências e conhecimentos, revelando como sua trajetória o levou a descobrir esse tesouro gastronômico ao chegar em no estado de artistas memoráveis como João Cabral de Melo Neto e Capiba.

"O lançamento deste documentário é um convite para todos os amantes da gastronomia, curiosos sobre a cultura dos queijos e apreciadores de histórias inspiradoras. O público terá a oportunidade única de mergulhar nessa narrativa autêntica e descobrir os segredos por trás do queijo coalho, um alimento que transcende fronteiras e conecta pessoas através de sabores únicos e experiências enriquecedoras", afirmou Benoit Paquereau.

"O Francês e o Coalho
Neste emocionante documentário, somos convidados a embarcar em uma viagem fascinante pelo universo encantador do queijo coalho, diretamente pelo olhar de Benoit Paquereau. A película celebra o rico universo gastronômico e cultural que envolve a produção desse queijo tão apreciado por muitos. Os espectadores serão transportados para a magia de uma produção artesanal e tradicional, testemunhando a paixão e dedicação envolvidas na criação do queijo coalho. O documentário contou com um incentivo do Fundo Pernambucano de Incentivo à Cultura (Funcultura) e a participação de vários parceiros comprometidos em preservar e valorizar a riqueza gastronômica e cultural desse queijo tão emblemático.

Benoit Paquereau
Possui graduação em Brevet de Technicien Superieur - Industrie Agro alimentaire et Biotechnologie - ECOLE NATIONALE DINDUSTRIE LAITIERE (1989). Atualmente é Gestor do Centro Tecnológico - Instituto de Laticínios do Agreste de Pernambuco pelo Instituto de Tecnologia de Pernambuco - ITEP. Tem experiência na área de Alimentos, com ênfase em Tecnologia Leiteira. Já atuou em vários países como França, Holanda, Inglaterra, África e Bósnia. Ele saiu da França e se instalou no Recife. Na capital pernambucana, abriu a Du Francês, produzindo seus próprios queijos com receitas de seu país de origem. Ainda na França, ele se especializou na área de maturação e processos do queijo, ou seja: o homem na área dos queijos é um mestre!

"O Francês e o Coalho" está disponível para exibição online através do seguinte link: http://www.queijopernambucano.com.  

Ficha Técnica
"O Francês e o Coalho"
Direção,, roteiro e produção : Benoit Paquereau
Fotografia: Uirá Ferreira
Imagens Adicionais em Exu: José Iran B. Rodrigues
Som direto: Daniel Barros
Montagem:  Benoit Paquereau e Daniel Barros
Tempo: 20 minutos

Serviço:
O quê: Lançamento do documentário "O Francês e o Coalho" de Benoit Paquereau
Onde: Auditório da Biblioteca Nacional de Brasília (BNB)
Quando: Quarta-feira (9/8), das 19h às 21h
 A iniciativa conta com o apoio da Biblioteca Nacional de Brasília (BNB), da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do DF. 
Gratuito e livre para todos os públicos.
Informações: @insfabem

Paulo Melo

"Não viva para que a sua presença seja notada, mas para que a sua falta seja sentida." (Bob Marley)

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Canaã Telecom