Indústria de válvulas alemã, com unidade na região de Curitiba, reafirma vocação sustentável ao participar de mentoria ESG oferecida pela Federação das Indústrias do Paraná

 


A ideia é fazer um diagnóstico para a identificação de oportunidades e desafios relacionados ao tema, cada vez mais presente nas empresas

Em um mundo onde as questões ambientais, sociais e de governança (ESG) desempenham um papel central nas decisões corporativas, a Gemü, indústria de válvulas alemã, que tem uma unidade em São José dos Pinhais, região metropolitana de Curitiba (PR), decidiu participar da Mentoria ESG que está sendo oferecida, a empresas do Estado, pela FIEP (Federação da Indústrias do Paraná).

Essa mentoria é um programa de governança ambiental, social e corporativa desenvolvido pelo Serviço Social da Indústria (Sesi/PR) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai/PR) e que tem como foco a avaliação das práticas de empresas em relação a objetivos sociais, indo além da busca pelo lucro e incorporando preocupações ambientais, sociais e de governança.

A adoção de práticas ESG pode trazer benefícios significativos, como a redução de custos e o aumento da eficiência dos processos produtivos. Além de agregar valor às empresas, a implementação de ações sustentáveis melhora a imagem da empresa perante seus clientes e colaboradores.

Thais Queiroz de Melo, assistente de qualidade da Gemü, explica que a empresa monitora anualmente o seu desempenho no desenvolvimento sustentável por meio da plataforma da  Ecovadis, que é um fornecedor mundial de classificações de sustentabilidade empresarial. Com base nos critérios dessa avaliação, são sugeridas áreas de melhorias no sistema de gestão RSE (Responsabilidade Social Empresarial) dentro de 4 temas: meio ambiente, práticas trabalhistas e direitos humanos, ética e compras sustentáveis. A empresa inclusive criou um grupo multidisciplinar para discutir, avaliar e comunicar o seu compromisso com os três pilares do ESG.

“A ideia é avaliar a sustentabilidade da companhia, para estar de acordo com as demandas de clientes e também para melhorar nossas práticas dentro da organização”, afirma. De acordo com a assistente de qualidade, a Gemü está comprometida e disposta a continuar trilhando o caminho sustentável e, para isso, o tema está cada dia mais em pauta na empresa que pretende continuar implementando boas práticas, para desmistificar o conceito ESG.

“Esperamos que, com o programa de mentoria, possamos direcionar nossos esforços de forma assertiva para o amadurecimento sustentável da organização, transmitindo essa prática e conhecimento para obter o engajamento dos stakeholders”, finaliza a profissional.

Sobre a GEMÜ do Brasil – Com fábrica em São José dos Pinhais (PR) desde 1981, a GEMÜ do Brasil produz válvulas e outros equipamentos de alta tecnologia para diversos setores. Na divisão Industrial, fornece produtos para os setores de siderurgia, mineração, fertilizantes, bem como para integrar sistemas de geração de energia, entre outros. Na divisão PFB (Farmacêutica, Alimentícia e de Biotecnologia), é líder mundial em soluções para sistemas estéreis, que incluem a fabricação de vacinas, remédios e novas aplicações de envase de alimentos e bebidas.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
GDF
Bio Caldo - Quit Alimentos
Canaã Telecom