Cenário atual do cultivo de café arábica em Goiás é o destaque do Agro em Dados

Imagem: Divulgação.

Boletim destaca desafios locais e posição nacional na produção do fruto. Soja, milho, bovinos, suínos, frangos e lácteos também têm lugar na edição deste mês


Com sua maior concentração em áreas irrigadas, o cultivo do café arábica em Goiás ainda busca espaço frente a outras culturas. A safra de 2023 enfrentou desafios devido à bienalidade negativa, resultando em redução de produtividade. As áreas em formação cresceram 117,1%, indicando investimentos promissores. É o que mostra o Agro em Dados de janeiro. "O uso de tecnologias de manejo tem contribuído para manter o estado em posição de destaque no cenário nacional de produtividade, com a expansão das áreas em formação e investimentos promissores o cultivo do café arábica em Goiás ganha destaque no cenário nacional", avalia o titular da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), Pedro Leonardo Rezende.

O informativo destaca que as chuvas, ainda que irregulares, trouxeram alívio para os produtores de soja em Goiás, impulsionando o plantio da safra 2023/24. O Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa) prorrogou a semeadura da oleaginosa até 12 de janeiro, em decorrência da forte influência do fenômeno climático El Niño, que ocasionou irregularidades das chuvas e elevadas temperaturas no segundo semestre de 2023. "A produção da safra anterior favoreceu a manutenção dos estoques de passagem, o que deve contribuir para atender à demanda internacional, especialmente da China. O plantio de milho 1ª safra está discreto em comparação à safra anterior, com produtores priorizando a soja", explica Patrícia Honorato, superintendente de Produção Rural da Seapa.

Pecuária

O boletim mostra o aumento no abate de bovinos, consolidando Goiás em 2° no ranking nacional da atividade e fechando o 3° trimestre de 2023 com um crescimento de 11,4%, em relação ao mesmo período do ano anterior. Destaca-se que o acesso a mercados exigentes impulsionou investimentos na engorda de fêmeas precoces, garantindo carne de alta qualidade e remuneração superior. Para 2024, a perspectiva é manter ou ampliar a produção pecuária. Já na cadeia goiana de suínos, as exportações foram impulsionadas pela competitividade e qualidade da carne. A oferta de animais para abate ao longo do ano permanece reduzida, conforme dados da Pesquisa Trimestral de Abate do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mas o 3º trimestre de 2023 fechou com um aumento de 0,3%, em relação ao mesmo período do ano anterior, que soma 508,3 mil cabeças. No setor avícola, registrou alta de 4,7%, na mesma base de comparação, totalizando 118,2 milhões de cabeças.

Para o cenário lácteo, a gerência de Inteligência de Mercado Agropecuário da Seapa estima que, no acumulado 2023, a captação siga estável em comparação ao ano anterior e destaca que o foco para 2024 é a competitividade. O acumulado dos três primeiros trimestres do ano de 2023 fechou com crescimento de 1,3%, se comparado ao mesmo período de 2022, totalizando 1,6 bilhão de litros.

Agro em Dados

Com essa ferramenta, o Governo de Goiás busca trazer informações de qualidade, ao mesmo tempo em que divulga seus principais resultados no setor agropecuário. As fontes de informações do Agro em Dados são, o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea/USP), o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), o Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa) e o Ministério da Economia.

A edição de janeiro do Agro em Dados está disponível no site oficial da Seapa: https://www.agricultura.go.gov.br/files/2024/Agro-em-Dados/JANEIRO-AGROEMDADOS.pdf

Pesquisa

Elaborado pela Gerência de Inteligência de Mercado Agropecuário da Superintendência de Produção Rural da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), com apoio da Comunicação Setorial da Secretaria, o informativo mensal Agro em Dados reúne os indicadores dos principais institutos de pesquisa e bases de dados do agronegócio brasileiro, com o recorte para o Estado de Goiás.

Com o objetivo de fortalecer a análise de dados, a Seapa desenvolveu uma pesquisa anônima para enriquecer as informações do Agro em Dados, contribuindo para a constante evolução do boletim. A pesquisa está disponível no link: https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSdyXGjUmk0KJiSDxOtezAWsI-NFfBfGX0kRMjGUpawkCPPpkg/viewform?pli=1

Comunicação Setorial da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa) – Governo de Goiás

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
GDF
Bio Caldo - Quit Alimentos
Canaã Telecom