Janeiro Branco: HCN ressalta a importância dos cuidados com a Saúde Mental

Ala de Saúde Mental da unidade do governo de Goiás, em Uruaçu, desempenha papel fundamental com tratamento e apoio humanizado

 

HCN - Hospital Estadual do Centro-Norte Goiano | Saúde Mental
A ala de Saúde Mental do HCN desempenha um papel fundamental pois é onde muitas pessoas que enfrentam transtornos mentais encontram apoio especializado e tratamento humanizado.

Com o começo de um novo ano, inicia-se também o Janeiro Branco, uma campanha nacional que visa conscientizar a população sobre a importância da saúde mental e emocional. A fim de promover essa discussão, o Hospital Estadual do Centro-Norte Goiano (HCN) ressalta a importância da busca por orientação e encaminhamento para profissionais qualificados na área da saúde mental.

Iniciada no Brasil em 2014, a campanha tem como objetivo combater o estigma em torno das questões psicológicas, promovendo reflexões e diálogos sobre o tema. O mês de janeiro foi escolhido para a campanha porque marca o início do ano, período em que as pessoas estão mais propensas a refletir sobre suas vidas e estabelecer metas.

A saúde mental abrange o bem-estar emocional, psicológico e social de um indivíduo. Embora seja comum enfrentar momentos de estresse, tristeza ou ansiedade, isso não indica automaticamente um transtorno mental. No entanto, se tais sentimentos persistirem, afetando as atividades diárias e causando sofrimento significativo, pode sinalizar a presença de um problema de saúde mental que requer cuidados profissionais.

Estima-se que no Brasil, uma em cada quatro pessoas enfrentará algum transtorno mental ao longo da vida, conforme dados da Organização Mundial da Saúde (OMS). A falta de informação, o medo e fatores sociais podem contribuir para o aumento desse número. No entanto, com o suporte adequado e no momento certo, é possível fazer a diferença.

Segundo a supervisora de Psicologia do HCN, Eva Cleydes de Souza, a psicologia tem um papel crucial no autocuidado emocional, pois é sabido que este é tão vital quanto a saúde física. O Janeiro Branco é um de mês de alerta, mas é preciso dar atenção à nossa saúde mental o ano todo.

“Quando se trata de oferecer suporte emocional, a psicologia emerge como aliada indispensável, ajudando estas pessoas a lidarem com os desafios emocionais e fortalecimento da construção de relações saudáveis consigo mesmas e automaticamente com os outros ao seu redor, podendo então buscar qualidade de vida e bem-estar”, reforça a psicóloga.

Neste contexto, a ala de Saúde Mental do HCN desempenha um papel fundamental, pois é onde muitas pessoas que enfrentam transtornos mentais encontram apoio especializado e tratamento humanizado. A psicoterapia também é um dos meios de tratamento mais conhecidos para o cuidado da saúde mental.

Contudo, uma pesquisa realizada pelo Instituto Cactus, entidade filantrópica dedicada à promoção do bem-estar psíquico, em colaboração com a AtlasIntel, empresa especializada em pesquisas e dados, aponta que apenas 5,1% dos brasileiros encontram-se atualmente em tratamento com psicólogos.

A ala de Saúde Mental, ao aderir à campanha Janeiro Branco, reforça seu compromisso em combater o estigma que ainda envolve os transtornos mentais. Por meio de ações de sensibilização, busca-se desmistificar preconceitos e encorajar a busca por ajuda. Além disso, o ambiente hospitalar, ao participar ativamente do Janeiro Branco, reforça a ideia de que a saúde mental é uma parte inseparável do bem-estar geral do indivíduo.

“A Ala de Saúde Mental, dentro de um hospital como o HCN, ajuda a reduzir o estigma em torno das doenças e transtornos mentais, tanto dos familiares quanto dos pacientes, ao mostrar que tratar da saúde mental é tão importante quanto tratar da saúde física e outras condições médicas”, afirma Valdilene Silva, coordenadora de enfermagem e responsável pela ala de Saúde Mental do HCN.

O HCN conta com uma equipe multiprofissional, com psicólogos, médicos, serviço social, terapeutas ocupacionais, enfermeiros e técnicos de enfermagem capacitados para realizar o atendimento de paciente em tratamento na área de saúde mental, além de um setor de diagnóstico de imagens e laboratoriais que possui equipamentos de alta tecnologia.

Da mesma forma, a equipe do Gigante do Norte também trabalha ativamente para mostrar aos seus colaboradores a importância de estar cuidando da saúde mental e física para que possam estar bem para cuidar de outras vidas. Pensando nisso, o Instituto de Medicina, Estudos e Desenvolvimento (IMED), organização responsável pela administração do HCN, criou o projeto Conte com a Gente, iniciativa que busca auxiliar os colaboradores através da escuta e do encaminhamento para profissionais especializados.

É importante também destacar a importância de quebrar o estigma associado aos transtornos mentais, pois muitas pessoas relutam em buscar ajuda devido ao medo do julgamento social. A ala de Saúde Mental do HCN oferece um ambiente seguro onde os pacientes podem receber tratamento sem se sentirem estigmatizados. Isso é crucial para encorajar as pessoas a buscarem ajuda quando necessário.

Por isso, a ala de Saúde Mental e Psiquiatria de um hospital desempenha um papel essencial nesse contexto, oferecendo tratamento especializado e um ambiente livre de estigma para aqueles que enfrentam transtornos mentais. O apoio e a promoção de iniciativas como esta ajudam a garantir que todos tenham acesso ao tratamento e ao cuidado de que necessitam. Os atendimentos e internações são regulados pelo estado, por meio da Secretaria de Estado da Saúde do Governo de Goiás (SES-GO).

 

Assessoria de Comunicação do HCN

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
GDF
Bio Caldo - Quit Alimentos
Canaã Telecom