A escola digital co.liga, parceira da Secretaria da Família e Juventude, oferece cursos gratuitos


Parceria da Organização de Estados Ibero-americanos no Brasil (OEI) com a Fundação Roberto Marinho se firma como canal de formação profissional

A co.liga é uma escola virtual de economia criativa com diversos cursos gratuitos online e oportunidades de trabalho. Atualmente, são 38 cursos nas categorias de Artes Visuais, Design, Multimídia, Música, Patrimônio Cultural e Temas Transversais, que dialogam com outros segmentos da economia criativa. O projeto é realizado pela Fundação Roberto Marinho, em parceria com a Organização de Estados Ibero-americanos para a Educação, Ciência e Cultura no Brasil (OEI).

A escola reúne mais de 62 mil alunos matriculados, já tendo emitido mais de 15 mil certificados. Ela está presente em 26 estados, no Distrito Federal e em 26 países, como Espanha, Portugal, Cabo Verde, Angola, Moçambique, Rússia, Japão e EUA.

A estudante Tiliane Cassiano participou da jornada co.liga e elogiou o programa. "A co.liga foi muito importante para mim neste ano, porque dentro dos cursos a gente recebe a certificação e o nosso currículo artístico fica ainda melhor. Os cursos são gratuitos e trazem experiência e informações bem dinâmicas", comemorou.

A atuação da co.liga não se resume à oferta de cursos. A partir da qualificação oferecida, a plataforma reúne oportunidades de trabalho, editais, concursos e formação complementar, revelando-se um caminho para quem busca se estabelecer no mercado. É também um espaço de convivência e compartilhamento entre as juventudes e possibilita o desenvolvimento de novas habilidades e competências.

Segundo o Secretário da Família e Juventude, Rodrigo Delmasso, com os cursos de capacitação profissional e conhecimentos adquiridos na co.liga, os jovens se mostram mais seguros. "É uma grande oportunidade para crescer profissionalmente e atuar no mercado de trabalho, com acesso às novas oportunidades", disse.

A co.liga conta ainda com 46 laboratórios distribuídos pelo Brasil, em parceria com organizações locais. No Distrito Federal, a Secretaria da Família e Juventude, está em diálogo com a diretoria do projeto para implementar laboratórios físicos, onde os alunos terão uma estrutura com computador e internet, para realizar suas aulas.

Estes espaços podem ser nos programas já oferecidos pela Secretaria.

Para chegar em todo o país, foi criada a Rede co.ligada, que hoje possui mais de 80 parceiros espalhados pelo Brasil. Organizações sociais, lideranças comunitárias, poder público, coletivos criativos e empresas com responsabilidade social fazem parte dessa rede, onde a co.liga se soma às atividades originais de cada parceiro e, juntos, conseguem amplificar sua atuação e resultados.

Para se inscrever, basta acessar o site: coliga.digital, preencher o formulário e pronto.

Com informações da Co.liga.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
GDF
Bio Caldo - Quit Alimentos
Canaã Telecom