Deputado Roosevelt: uma voz de liderança e ação no fortalecimento das forças de segurança do DF

Direto do plenário da Câmara Legislativa do Distrito Federal, o deputado Roosevelt (PL) emergiu como uma voz potente e decisiva, articulando com vigor as questões críticas enfrentadas pelas forças de segurança do DF

Foto: Renan Lisboa.

Num momento de conscientização crucial, ele trouxe à tona os alarmantes resultados divulgados pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública, que evidenciam um déficit de mais de 30% no efetivo de policiais civis e militares acumulado na última década. A gravidade dessa situação foi amplificada pelo deputado Vilela, que não apenas ressaltou o impacto devastador dessa carência de pessoal, mas também a urgente necessidade de corrigir as disparidades salariais que afligem esses profissionais dedicados à nossa segurança.

"Diante dos desafios sem precedentes enfrentados pelas nossas forças de segurança, não podemos permanecer passivos. É imperativo que tomemos medidas decisivas para endereçar o déficit de pessoal e as questões salariais que comprometem a eficácia e o bem-estar dos nossos valorosos policiais e bombeiros. Estou comprometido em trabalhar incansavelmente para garantir que nossos heróis tenham o suporte e o reconhecimento que merecem", falou o deputado Roosevelt.

Com uma postura de liderança incontestável, Roosevelt detalhou sua participação em uma reunião estratégica com o Ministro da Justiça, Ricardo Lewandowski, um encontro que serviu como palco para o diálogo sobre as preocupações prementes que assolam o Corpo de Bombeiros, Polícia Militar e outras entidades de segurança. Graças à sua iniciativa e compromisso, questões críticas como a regularização do auxílio moradia e a reavaliação da gratificação por serviço voluntário foram levadas diretamente ao mais alto nível de governo.

 O deputado destacou a necessidade imperativa de ação imediata, propondo a emissão de uma Medida Provisória para resolver a questão do auxílio moradia, atualmente emaranhado em complexidades legais. Além disso, evidenciou a importância de reconhecer e compensar adequadamente as horas extras prestadas pelos membros das forças de segurança, um esforço que será encaminhado ao Ministérioda Gestão.

Enquanto outros, como o deputado Iolando (MDB), também reconheceram a crítica falta de pessoal, reiterando a necessidade de novos concursos públicos para mitigar essa defasagem, foi a voz de Roosevelt Vilela que ressoou com maior força e clareza. Ele não apenas iluminou as adversidades enfrentadas pelas forças de segurança, mas também traçou um caminho proativo para superá-las, demonstrando um compromisso inabalável com a segurança e o bem-estar dos cidadãos do Distrito Federal.

Edilayne Martins

"Não viva para que a sua presença seja notada, mas para que a sua falta seja sentida." (Bob Marley)

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Bio Caldo - Quit Alimentos
Canaã Telecom