Miranda de Aquino retorna a Brasília para palestras e sessão de autógrafos

Fotos: Divulgação

Na Semana do Meio Ambiente, representante de Roraima no mapa literário nacional terá agenda com atividades literárias pelo DF


Quem consegue resistir aos versos certeiros do professor e escritor Miranda de Aquino (pseudônimo literário Zezé Maku)? Neles a literatura popular é uma ferramenta para a educação ambiental. Autor de 11 obras, radicado em Roraima, Miranda terá uma agenda no DF digna de nota, começando no Dia Mundial do Meio Ambiente, quarta-feira, 5 de junho, às 19h, ele dará palestra-performance seguida de sessão de autógrafos na Biblioteca Nacional de Brasília (Esplanada dos Ministérios). Alunos do EJA de uma escola rural já confirmaram presença.


Já na quinta-feira, 6 de junho, ele participa de um bate-papo com alunos de uma escola rural: do 2°, 3°, 4° e 5° Anos do Centro Educacional Casa Grande (CED CG), no Gama. Ele ainda terá agenda de entrevistas, na rádio Senado,por exemplo, além de encontros com parlamentares e reuniões em algumas secretarias do DF.

"Os adultos estão perdidos, temos que investir nas crianças. Mesmo que se fechem os olhos, os efeitos da ganância e das respostas da natureza já atingem a todos nós. Por isso,há muitos anos, minhas obras literárias são feitas para incentivar a inserção da Educação Ambiental nas práticas educacionais diárias da educação básica", revela o autor que morou em Brasília de 2000 a 2010.


O autor - Miranda de Aquino, Zezé Maku ou José Miranda de Aquino, é por todas essas alcunhas que atende o professor e poeta popular. Tem 11 obras publicadas, sendo que seu nono livro, intitulado, "O Reino de Makunaima e Sua Chefia da Fauna", publicado em três idiomas, é referência escolar em Roraima. Crítico Literário com mestrado pela PUC Goiás, é membro da Academia de Letras Artes e Cultura da Amazônia/ALACA. Ele é uma referência ao ritmo maculelê e à lenda Makunaima, além de outras lendas e mitos da cultura amazônica. Dedicada à literatura infantil, sua obra transita entre a pesquisa histórica e o cordel, trazendo enredos sobre tradições indígenas, preservação da Amazônia por meio de histórias de animais ameaçados de extinção.

Mapa literário nacional - Autores mais representativos de todos os estados e do DF foram escolhidos para fazer parte do Mapa Literário Nacional. A seleção foi organizada pela Revista Super Interessante e teve critérios como número de prêmios ganhos, participações em Academia de Letras de suas respectivas federações, cobrança nos vestibulares locais, número de traduções para línguas estrangeiras e, é claro, se o autor é reconhecido por sintetizar a identidade de cada estado — não sendo determinante seu local de nascimento. A escolha tem entre seus escolhidos Guimarães Rosa, Mário de Andrade, Rubem Braga, Clarice Lispector, Cruz e Sousa, Érico Veríssimo, Paulo Leminski, Ariano Suassuna, Jorge Amado entre outros. Zezé Maku, nome artístico do professor e escritor José Miranda de Aquino, foi o escolhido para representar Roraima.

Emerson Tormann

Técnico Industrial em Elétrica e Eletrônica com especialização em Tecnologia da Informação e Comunicação. Editor chefe na Atualidade Política Comunicação e Marketing Digital Ltda. Jornalista e Diagramador - DRT 10580/DF. Sites: https://etormann.tk e https://atualidadepolitica.com.br

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Bio Caldo - Quit Alimentos
Canaã Telecom