WhatsApp agiliza comunicados de vazamento à Caesb

Canal de atendimento ao cliente via WhatsApp conta com GPS, que localiza, em tempo real e com elevada precisão, qualquer endereço | Foto: Cristiano Carvalho/ Caesb

Companhia adota GPS para que denúncias feitas por moradores sejam recebidas e solucionadas com mais rapidez e eficiência

Por Agência Brasília* | Edição: Carolina Caraballo

Agora ficou mais fácil e rápido comunicar vazamentos de água e esgoto à Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb). Basta usar o WhatsApp de atendimento da empresa, que agora conta com GPS (Sistema de Posicionamento Global) que localiza, em tempo real e com elevada precisão, qualquer endereço. Assim, havendo vazamento, o morador pode tirar foto do local, marcar o endereço e enviar os dados via WhatsApp para a Caesb. O serviço de manutenção receberá as informações e, em pouco tempo, enviará uma equipe para solucionar o problema.

O WhatsApp da Caesb é o (61) 3029-8428, que funciona 24 horas todos os dias. Foi adotado pela Companhia em abril, quando a empresa completou 55 anos. A ferramenta ampliou o leque de opções para interagir com os clientes, que contam também com a Central de Atendimento (115) e o próprio site da Companhia.

A Caesb disponibiliza ainda um aplicativo de autoatendimento, desenvolvido para os sistemas Android e IOS, que também possui tecnologia GPS. Por meio desse conjunto de ferramentas, os clientes podem solicitar reparos, comunicar vazamentos, dar sugestões, fazer reclamações, consultar débitos ou obter informações sobre a conta de água.

Atualmente, as redes de água e esgoto da Caesb somam mais de 17 mil quilômetros de extensão. São 9.854 quilômetros de redes de água e 7.712 quilômetros de redes coletoras de esgoto. Com a adoção do GPS, o WhatsApp da Caesb passou a ser mais eficiente para que a empresa possa acompanhar, com a ajuda dos moradores, qualquer problema que venha a ocorrer em qualquer ponto dessa extensa rede.

Para o Luís Antônio Reis, presidente da Caesb, o aprimoramento do serviço é bom tanto para os moradores quanto para a Companhia. “A comunidade ganha ao informar com mais rapidez e precisão o local do vazamento e a proporção do dano, para uma solução mais rápida e eficiente”, ressalta Reis. “Já a Companhia ganha ao receber a informação logo que o problema surge. Assim, pode agir com rapidez, economizando tempo e evitando desperdício de água”.

*Com informações da Caesb

Emerson Tormann

Técnico Industrial em Elétrica e Eletrônica com especialização em Tecnologia da Informação e Comunicação. Editor chefe na Atualidade Política Comunicação e Marketing Digital Ltda. Jornalista e Diagramador - DRT 10580/DF. Sites: https://etormann.tk e https://atualidadepolitica.com.br

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Bio Caldo - Quit Alimentos
Canaã Telecom