Theme Layout

Theme Translation

Trending Posts Display

Home Layout Display

Posts Title Display

404

Página não encontrada

Início

Desde 2008, novembro é considerado o mês da Campanha Nacional de Conscientização sobre o Zumbido

O zumbido no ouvido, também conhecido como como acufeno ou tinnitus, acomete cerca de 278 milhões de pessoas no mundo, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). Com causas que podem variar entre perda de audição, doenças neurológicas, acúmulo de cera e até depressão, o sintoma deve ser investigado e tratado sempre considerando seus diversos possíveis causadores.

“É essencial que o paciente chegue até nós já com o diagnóstico do que levou ao zumbido e também a causa controlada. Assim, podemos intervir diretamente nesse sintoma de forma efetiva e, principalmente, assertiva”, explica a fonoaudióloga responsável da Audiba Aparelhos Auditivos, Márcia Bonetti.

No caso da técnica em nutrição aposentada Eliude Nascimento de Andrade, de 78 anos, o zumbido começou após algumas otites de repetição, infecção localizada no ouvido, há alguns anos. Apesar de realizar acompanhamento com especialistas e estar em constante tratamento, o sintoma se agravou em 2021.

“Em março deste ano eu tive uma dor de cabeça muito forte e logo percebi que estava sem conseguir ouvir pelo lado direito. Foi quando procurei ajuda médica e, após exames, foi detectado se tratar de uma doença crônica, que causa perda auditiva. Assim, comecei a usar o aparelho”, conta.

Os aparelhos auditivos são uma solução prática e muito utilizada para os pacientes com zumbido. Exigem, contudo, um acompanhamento contínuo. Isso porque a terapia não consiste, simplesmente, em receber o paciente e colocar o aparelho. É preciso oferecer aconselhamentos, orientações e sessões de terapia fonoaudiológica. Em tratamento desde outubro deste ano na Audiba, Eliude relata uma melhora significativa.

“Com o uso diário do aparelho, não tenho mais o sintoma durante o dia e ouço muito melhor. À noite, quando eu tiro o equipamento, sinto que ainda tenho o problema, mas o fato de eu saber da efetividade do aparelho me traz uma tranquilidade muito grande, porque é um incômodo horroroso conviver com o zumbido”, relata.

Segundo Márcia Bonetti, da Audiba, receber retornos positivos como o de dona Eliude é uma alegria muito grande.

“Nós ficamos imensamente felizes com resultados como esse. O sucesso do tratamento é um trabalho nosso realizado em conjunto com o paciente, que deve seguir as recomendações. Da nossa parte, buscamos sempre o melhor para cada cliente”, celebra.

Leave A Reply

DANNTEC ENGENHARIA