Theme Layout

Theme Translation

Trending Posts Display

Home Layout Display

Posts Title Display



404

Página não encontrada

Início


Sob gestão do IGESDF, unidade de saúde conta com 40 programas de residência médica em execução atualmente


Fotos: Ailane Silva.

Referência em diversas áreas médicas, o Hospital de Base do Distrito Federal (HBDF) recebeu, nesta sexta-feira (18), 102 novos residentes médicos que iniciarão sua jornada de aprendizado na unidade. Os residentes são oriundos da Fundação de Ensino e Pesquisa em Ciências da Saúde (Fepecs), vinculada à Secretaria de Saúde do DF.

Saudando os novos colegas, o diretor de Atenção à Saúde, Nestor Miranda, disse que o Hospital de Base é de alta complexidade, portanto, possui tecnologia e experiência suficiente em seu corpo técnico para oferecer um elevado nível nos cursos de residência médica. Há aproximadamente 40 programas de residência médica em curso atualmente na unidade. "Esperamos que nossos residentes saiam daqui com bastante destaque", disse o diretor.

Para a diretora-presidente substituta do IGESDF, Mariela Souza de Jesus, a promoção do ensino médico faz parte da história do Hospital de Base, e é importante na construção de novos quadros profissionais atuantes, "cada residente conta com a experiência de muitos dos melhores médicos desse país. É público e notório o reconhecimento de que o Hospital de Base é uma referência na rede do Sistema Único de Saúde (SUS) para atendimento em emergências cardiovasculares, neurocirurgia, cirurgia cardiovascular, atendimento onco-hematológico (CACON II), transplantes e politraumas." explicou.

O coordenador da Coreme do Hospital, Rogério Nóbrega, ressaltou que, ao todo, 400 residentes atuam na unidade. "Esse é um hospital de excelência no ensino. São 60 anos de história, e sempre teve essa vocação. Recebemos médicos de várias partes do mundo no início da criação do hospital e essa formação se mantém até hoje", afirmou.

O evento contou com a apresentação de palestras voltadas aos residentes, com temáticas como regulamentos da Coreme, residência como preparação profissional, como elaborar o TCC e histórias do Hospital de Base.

Paulo Brandão, 28 anos, que fará residência em cardiologia, contou que realizar a especialização no HBDF significa agrega conhecimentos únicos. "O Hospital de Base é responsável por realizar um alto número de atendimentos, sendo boa parte deles caracterizado por um elevado grau de complexidade, então, tenho certeza que terei experiências ímpares", finalizou.

A solenidade de acolhimento foi promovida pela Comissão de Residência Médica (Coreme) do Hospital de Base, com o apoio da Diretoria de Inovação, Ensino e Pesquisa (Diep).
 

Leave A Reply

DANNTEC ENGENHARIA