Theme Layout

Theme Translation

Trending Posts Display

Home Layout Display

Posts Title Display





404

Página não encontrada

Início

Evento reuniu produtores na cidade de Marechal Cândido Rondon (PR) e uniu prática e teoria sobre manejo, reprodução, genética e rentabilidade



Investindo em uma suinocultura cada dia mais tecnificada e próxima a quem atua no campo, a Topigs Norsvin, líder mundial em pesquisa e desenvolvimento de genética suína, reuniu nesta semana clientes na cidade paranaense de Marechal Cândido Rondon para o seu programa de atualização de manejo 'Conexão Tecnológica'. O evento foi promovido em parceria com a Starvet, representante comercial da região.

Temas como a melhoria da sobrevivência neonatal, uma boa preparação de marrãs, pontos-chave no manejo reprodutivo da matriz TN70 e manejo alimentar da fêmea suína foram alguns tópicos debatidos durante o evento.

O diretor regional da Topigs Norsvin da América Central e do Sul, André Costa, destacou que o encontro privilegia o estreitamento dos relacionamentos com os parceiros da empresa. "O conhecimento passado ao longo dos dois dias gerou acima de tudo confiança no trabalho desenvolvido pela Topigs Norsvin para extrair ao máximo o potencial zootécnico de nossas linhas", apontou.

Costa ressaltou que a empresa trabalha sob um conceito de 'genética equilibrada'. "Trabalhamos para atender as demandas atuais e futuras da suinocultura, privilegiando aspectos como facilidade de manejo das fêmeas, maior robustez dos animais e melhor eficiência dos leitões terminados", disse. "Os resultados indicam que estamos sempre caminhando aliados às necessidades do mercado e da indústria, com qualidade e eficiência, entendendo como a sociedade deseja que a produção seja realizada”, afirmou.

Em passagem pelo Brasil e com o objetivo de conhecer pessoalmente os parceiros da Topigs Norsvin e estabelecer negócios, o CEO da Topigs Norsvin, Villaume Kal, avaliou que a empresa está em um franco processo de crescimento. "Estamos sempre planejando novos investimentos para continuar nossa história de 100 anos no mercado mundial de genética", disse. "Este centenário é marcado pela paixão pela suinocultura, com muita inovação e comprometimento", ressaltou.

Segundo ele, a empresa sempre tem que estar pronta aos novos desafios. "Encontros como este reforçam o papel da Topigs Norsvin em atender com excelência o mercado. Estamos muito atentos aos temas que impactam nossos clientes, como o alto custo de produção gerado pelas altas de milho e soja, por exemplo, a sustentabilidade e a garantia do bem-estar animal", afirmou. "Nosso trabalho sempre foi realizado com muita transparência e reunir nossos clientes aqui somente reforça nosso compromisso para garantir os melhores resultados finais na granja", afirmou.

Também presente ao evento, o diretor global de contas-chave da Topigs Norsvin, Ton Van De Goor, apontou que o encontro apresentou as diversas características da genética da empresa. "Dentro de suas especificidades, mostramos que cada detalhe faz a diferença para garantir os resultados finais. Nossas linhas reúnem o que há de mais ajustado em cada mercado, seja no Canadá, nos Estados Unidos ou no Brasil", destacou.

"Este é um mercado extremamente competitivo e quem não apresentar e comprovar os resultados, fica de fora. Nosso Market Share no Brasil, por exemplo, aponta nosso papel de liderança no setor. É uma grande responsabilidade, mas estamos prontos para os desafios", disse.

O diretor de Negócios e Marketing da Topigs Norsvin, Adauto Canedo, ressaltou a importância do relacionamento para a empresa. "Com o lançamento do nosso Programa Connect em 2016, baseado no B2B, ou business-to-business, a Topigs Norsvin foi a primeira empresa no Brasil a implantar um programa de benefícios aos clientes do setor. É um exemplo de como lidamos com as diferentes características do mercado, de como investimos na proximidade com os clientes e o 'Conexão Tecnológica' paz parte do pacote de soluções entregues pela Topigs Norsvin ao setor", avaliou.

O Programa Connect retorna aos clientes parte dos investimentos com genética em ações personalizadas, e objetiva oferecer ao suinocultor e seus colaboradores uma estrutura que permita acesso a informações e técnicas que privilegiem o seu negócio, cursos e treinamentos presenciais e a distância, além de consultorias, viagens técnicas, uniformes para as granjas e conteúdos técnicos de treinamento para toda a equipe, são alguns dos exemplos deste investimento personalizado.

"Fornecemos um olhar crítico sobre a atualização dos principais aspectos de manejo com foco em capacitação, visando uma suinocultura mais sustentável, com menor consumo de recursos naturais para a obtenção de maior quantidade de carne por fêmea", disse. "Trouxemos agroindústrias, cooperativas e produtores para falar sobre o jogo no qual todos ganham no final e que, com este treinamento mostramos o quanto estamos envolvidos com o resultado de nossos parceiros", afirmou Canedo.

Os proprietários da Starvet, Hélio e Eliseu Zuanazzi, parceiros da Topigs Norsvin na promoção do evento, apontaram a importância do encontro para a falar sobre o papel da prestação de serviço na suinocultura. "Dar todo o suporte técnico é um diferencial muito importante no mercado", afirmou Hélio.  Já seu irmão Eliseu, apontou que o evento promoveu uma conexão 'fina' com os parceiros. "É muito importante o treinamento técnico para, inclusive, gerar mais fidelidade junto aos clientes", destacou.

O coordenador de suinocultura da Cooperativa Lar, Evandro Cezar Beraldin, aproveitou a oportunidade para alinhar o conhecimento transmitido ao longo dos dois dias do evento à estratégia da Cooperativa. "Foi apresentado um manejo mais moderno e atualizado, de acordo com as tendências do mercado e com os desafios diários", avaliou.

O proprietário da Granja Becker, Milton Becker, da cidade de Quatro Pontes (PR), afirmou que esta foi uma grande oportunidade para reforçar o conhecimento. "Com esta troca de informações e os produtos da empresa, obtemos excelentes resultados com a Topigs Norsvin e nossa parceria já dura quinze anos sendo, para mim, a melhor genética em nível mundial. No final, é a que nos dá o melhor resultado", disse.

De acordo com o administrador da Pecuária Fernando (Friella), Carlos Rafael Ferrari, o evento mostrou a importância da qualidade de carne, com melhor marmoreio, para obtenção do diferencial ao processo final. "Estamos adotando a linha Norsvin Duroc para o lançamento de produtos gourmet. Os custos de produção hoje e no futuro continuarão a ser o grande desafio para a produção de suínos e as casas genéticas têm aprimorado suas linhas para garantir melhor rentabilidade no campo, com a máxima qualidade", disse.

 Temas como o atendimento ao parto e os cuidados iniciais com neonatos e matrizes, o cenário atual da mortalidade neonatal, principais desafios e como mitigá-los foram abordados pela consultora Djane Dallanora. "Foi importante destacar que o manejo e as pessoas são mais importantes que as instalações", disse.

Prática avalia anatomia e fisiologia da reprodução

Com o objetivo de esclarecer detalhes da anatomia e fisiologia da reprodução, no segundo dia do evento, a consultora Djane Dallanora preparou uma atividade prática na qual foram avaliados úteros suínos, para análise dos ovários. "Apresentamos uma aplicabilidade prática no conteúdo, com o destaque para a análise de um útero de uma fêmea prenhe, para entender a nutrição de um feto, a dinâmica ovariana, os folículos e corpos lúteos e fizemos a necropsia de um leitão para análise do conteúdo estomacal", disse. "Classificamos também os leitões em mumificados ou natimortos. Estes são aspectos que identifico muitas dúvidas ainda nas granjas", ressaltou Djane Dallanora.

Sobre a Topigs Norsvin

A empresa de genética suína Topigs Norsvin é reconhecida por sua abordagem inovadora na implementação de novas tecnologias e pelo seu foco contínuo na produção de suínos com a melhor relação custo-benefício possível.

Com uma produção de 12 milhões de doses sêmen/ano, a melhoria contínua e fortalecimento dos produtos permitem que os clientes da Topigs Norsvin obtenham um valor agregado significativo em sua produção. O melhoramento genético da Topigs Norsvin baseia-se em dois pilares fundamentais: sustentabilidade e eficiência, que se traduzem em um programa de genética balanceado e eficiência total na alimentação.

Pesquisa, inovação e disseminação de melhorias genéticas são os pilares da empresa, que investe 22,5 milhões de euros em P&D ao ano.

Mais informações: www.topigsnorsvin.com.br


Leave A Reply

DANNTEC ENGENHARIA