Theme Layout

Theme Translation

Trending Posts Display

Home Layout Display

Posts Title Display





404

Página não encontrada

Início
O Banco de Brasília (BRB) deu um importante passo em defesa dos valores culturais e afetivos de Brasília, cidade monumento, símbolo da modernidade e reconhecida como Patrimônio Cultural da Humanidade. No mês em que completa 56 anos, o BRB apresentou o BRB Cultural, projeto que prevê uma série de ações de fomento à cultura, entre as quais análise da viabilidade para investimentos no setor até 2025


Foto: Paulo Henrique Carvalho.

Por meio de um memorando de entendimentos, o Banco vai estudar o desenvolvimento de ações de apoio à reforma da Sala Villa Lobos, do Teatro Nacional, de modernização da Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Claudio Santoro (OSTNCS), de investimento na 55ª edição do Festival de Brasília do Cinema Brasileiro, entre outras estratégias para outros espaços culturais.

"Estamos trabalhando para construir um programa que, certamente, vai transformar a realidade de Brasília. Esta será uma contribuição importante para a cultura local, pois fortalecerá os laços emocionais de vínculo dos nossos clientes com a cidade. Brasília voltará a ser um polo cultural e de entretenimento, atraindo turistas, gerando emprego e renda e transformando vidas, objetivos estatutários do BRB como banco público. A cultura faz com que sejamos mais humanos. Por isso, agora, passaremos a cuidar, também, da alma das pessoas, adentrando um campo da sociedade tão amplo e cheio de significados", afirmou o presidente Paulo Henrique Costa.

"A parceria com o BRB tem um significado muito importante, ainda mais por toda a memória afetiva que o Banco carrega junto à cidade. Temos muitos motivos para agradecer, pois era justamente o que faltava para concluirmos os projetos que farão a cultura do Distrito Federal romper fronteiras. Além de mostrar para todo o pais a importância, a diversidade e tudo aquilo que a produção cultura carrega, como geração de emprego, geração de renda e o bem estar da população em geral", destacou o secretário de Cultura, Bartolomeu Rodrigues. De acordo com o memorando, a principal sala do Teatro Nacional e a única de ópera e ballet da cidade, com capacidade para 1.407 pessoas, deve ser amplamente reformada e preparada para receber grandes espetáculos. O projeto também apoiará a modernização da Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Claudio Santoro.

Além do Teatro Nacional, o BRB pretende atuar com programação diversificada e estratégias de ações nos museus de Brasília: Museu Histórico, Espaço Lúcio Costa, Panteão da Pátria e da Liberdade Tancredo Neves, Memorial dos Povos Indígenas, Museu de Arte de Brasília, Museu do Catetinho, Museu Nacional da República e Museu Vivo da Memória Candanga.

O BRB Cultural prevê ainda a realização de um edital de ocupação dos espaços públicos culturais, a fim de promover a democratização e a formação de plateia por meio de produtos artísticos e culturais acessíveis à população do DF através de seleção de propostas para ocupação de espaços públicos.
Leave A Reply

DANNTEC ENGENHARIA