Diversidade nas empresas, um atalho para a inovação - Por Ana Alice Limongi, Diretora de Desenvolvimento Humano e Organizacional da NEO


As práticas que trazem diversidade e inovação nas empresas não são apenas temas atuais, como também necessários para o crescimento dos negócios. Isso porque uma coisa leva a outra: com a diversidade, é possível trabalhar com diversificação de ideias e pontos de vista, fomentando a criatividade e a inovação.

Dessa maneira, essas práticas se tornam estratégicas para empresas que desejam melhorar a performance das equipes e, assim, dos resultados financeiros. É por isso que muitos líderes acreditam que inovação só se cria com diversidade, e não apenas com tecnologia.

O estudo “Getting to Equal 2019: Creating a Culture that Drives Innovation”, publicado pela Accenture, mostra que as empresas que promovem uma cultura de inclusão são seis vezes mais criativas que as concorrentes. Além disso, o estudo da consultoria McKinsey & Company mostra que as companhias com maior diversidade de gênero em cargos de chefia têm 21% mais chance de apresentar resultados acima da média do mercado. No caso da diversidade étnica, esse número sobe para 33%.

Isso deixa evidente que diversidade e inovação nas empresas andam juntas e garantem a sobrevivência dos negócios a longo prazo. Conhecimentos diferentes de pessoas com histórias e vivências diversas, mas que circulam no mesmo ambiente, fomentam a criação de produtos e serviços mais inovadores e com maiores chances de sucesso. 

Em outras palavras, se a inovação é criada por meio da diversidade, nenhuma empresa sobreviverá à transformação digital se não cultivar uma equipe diversa. Mais do que promover oportunidades, adotar uma cultura que promova a diversidade tornou-se um atalho para a inovação. Agora, para que a diversidade e inovação nas empresas sejam uma realidade, é importante que as mudanças aconteçam no topo das organizações, com líderes humanizados. Um estudo realizado pelo Boston Consulting Group (BCG) mostrou que aumentar a diversidade das equipes de liderança leva a mais e melhor inovação e desempenho financeiro: as empresas com equipes de gestão mais diversificadas têm receita 19% maior devido à inovação. Isso mostra que a diversidade não é apenas uma métrica a ser buscada, mas sim parte integrante de um negócio bem-sucedido.

Portanto, é essencial que os postos de liderança sejam, antes de tudo, ocupados também por pessoas diversas. Para isso, as ações de diversidade não devem ser colocadas em prática apenas no momento de contratação – é preciso acompanhar e capacitar os colaboradores em suas trajetórias, criando oportunidades de ascensão aos cargos de chefia. Com mais colaboradores que representem a variedade da população em cargos de liderança, mais evidente fica que a empresa incorporou a diversidade como cultura.

É fato que associar diversidade e inovação tornou-se a receita para quem quer alcançar um crescimento sustentável. E com pessoas realizadas, em um ambiente de trabalho inovador e inclusivo, você terá uma equipe com muito mais foco e dedicação, que lhe trará mais lucratividade. Empresas, pessoas e o mercado como um todo só têm a ganhar com essa dinâmica.



Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem