Painéis 'abrirão o mundo' para a juventude do Brasil no YAMI 2022

A edição de 2022 do Youth Agribusiness Movement Internacional apresentará as melhores oportunidades para o desenvolvimento do jovem dentro do agronegócio



Na edição de 2022 do Youth Agribusiness Movement Internacional – YAMI, maior congresso de jovens do agronegócio da América Latina, que será realizado nos dias 26 e 27 de outubro, no Transamerica Expo Center, em São Paulo,  as mesas-redondas “O mundo para a Juventude do Brasil” e “Terroir brasileiro” prometem abrir novos ‘horizontes’ para os jovens no agronegócio.

A primeira contará com a mediação do Representante Adjunto da FAO, Gustavo Chianca, e com as palestras da produtora de suínos, cooperada da Lar, Sócia-Fundadora e Conselheira Fiscal da Lancredi e parte do Comitê de Mulheres da OCB, Isabela Albuquerque e do Diretor da Haifa Group, Gustavo Branco.

Isabela Albuquerque destaca que o Brasil é um país muito rico em produção de alimentos. “Enquanto ‘jovens do agro’, temos muitas oportunidades. Entre elas destaco o solo rico para se produzir; o acesso fácil a conhecimentos mais técnicos voltados à produção, graduação e especializações; acesso rápido e prático ao conhecimento e às exigências por meio das tecnologias e meios mais eficientes de produção; além de certificações que nos permitem exportar com agregação de valor”, aponta.

Já Gustavo Branco apresentará a evolução tecnológica por meio da inovação assertiva, buscando uma produção agrícola mais sustentável, inclusiva e eficiente. “Dentro da minha área de atuação, a Nutrição Vegetal, quero apresentar e discutir novas tecnologias, acessíveis e compartilhadas, que tornem a produção agrícola mais inteligente e como isso vem acontecendo no Brasil e no mundo, sob a perspectiva de demandas e desafios”, afirma.

Branco aponta alguns assuntos que precisam de atenção para o desenvolvimento do agronegócio, em sua opinião. “Destaco a sustentabilidade focada na evolução da produção agrícola versus o papel de cada um na busca de melhores resultados. É preciso fazer ‘mais com menos’, sabendo que somos inteligentes e capazes o suficiente para alimentar a todos, utilizando e aplicando corretamente o poder do conhecimento na inovação agrícola”, diz.

Formas de agregar valor à produção de vinhos serão tema de debates durante YAMI

Já a mesa-redonda “Terroir brasileiro” terá a mediação do Presidente do Sebrae, Tirso Meirelles e palestras da International Trade Advisor na Business France, Amanda Araújo, da Scholar da Nuffield International Farming e Diretora Financeira do Instituto Caju BrasilNuffield, Renata Rosetto Lopes e da Administradora e Produtora Rural, Sônia Bonato.

O Brasil é um país diversificado e seu terroir não seria diferente. Terroir é uma palavra francesa que se refere a todos os fatores que influenciam a vitivinicultura, como o clima, o relevo, o solo e seu manejo, posicionamento geográfico do local, uvas que podem ser cultivadas e também os processos realizados na cantina para produzir os vinhos.

Com grande extensão territorial e, mesmo que suas regiões tenham diferentes terroirs, o país está sob clima tropical e subtropical, o que interfere muito nas características dos vinhos produzidos no mercado interno.

Renata Rosetto Lopes conta que quando pensa em terroir brasileiro, e trabalhando com o caju, não tem como deixar de pensar no caminho entre campo e mesa. “A alta gastronomia só se faz com ingredientes de qualidade, com o trabalho desde a terra. Neste contexto, os produtores são chave, até a ponta. Então estreitar esses laços é essencial para agregar valor aos nossos produtos e terroirs”, afirma.

Já Amanda Araújo fará uma comparação entre o Brasil e a França. “Na França os selos de origem são muito desenvolvidos. Como eu trabalho na Embaixada da França no Brasil, vou apresentar como funcionam estas questões e como podemos desenvolvê-las no Brasil para a evolução do setor”, aponta.

De acordo com Amanda, o Brasil ainda tem muito a crescer. “Os selos agregam um valor muito grande, que envolve além do próprio valor agregado, uma proteção cultural e a tradição”, destaca.

A programação completa e as inscrições podem ser feitas pelo site: www.yamimovement.com.br

Serviço

Youth Agribusiness Movement Internacional - YAMI 2022

Data: 26 e 27 de outubro de 2022

Local: Transamerica Expo Center, em São Paulo (SP).

Para mais informações: www.yamimovement.com.br

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem