Queremos livros porque amamos a educação, diz Simone Tebet em ato em Niterói

Senadora defendeu a eleição de Lula e destacou a necessidade de o Brasil voltar à democracia e ser inclusivo para todos os seus mais de 200 milhões de habitantes

Fotos: Renato Oliveira.

Após caminhada pela democracia na tarde desta segunda-feira (24/10), em Niterói (RJ), a senadora Simone Tebet (MDB) lembrou do que está em disputa neste segundo turno das eleições e voltou a defender a eleição de Lula como a única alternativa possível para a reconstrução do Brasil. "Queremos livros", disse ela.

"O que está em jogo é o que nós queremos para o nosso Brasil. Se nós queremos livros ou se nós queremos armas. Nós queremos livros porque nós amamos a educação", afirmou, convidando a multidão presente ao ato para não descansar na busca de novos votos para a Coligação Brasil da Esperança, que tem o ex-governador Geraldo Alckmin como vice.

Tebet destacou a necessidade de o Brasil voltar à democracia e ser inclusivo para todos os seus mais de 200 milhões de habitantes e orientou a militância a ir atrás dos votos bancos e nulos no primeiro turno, assim como os dos eleitores que fizeram a primeira opção por ela ou pelo candidato do PDT, Ciro Gomes.

"Vamos assumir o compromisso de levar cada um daqueles que não foram às urnas para dar grande diferença e legitimidade. Quem votou 15 agora é 13, quem votou Ciro agora é 13, quem votou branco e nulo agora é 13", disse, ao lado de lideranças locais os partidos da base aliada da candidatura Lula Alckmin, como Carlos Lupi (PDT), Rodrigo Neves (PDT) e Alexandre Molon (PSB).

Paulo Melo

"Não viva para que a sua presença seja notada, mas para que a sua falta seja sentida." (Bob Marley)

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem